Bungou Stray Dogs - Ep. 2 Faz Tanto Tempo Que Não Sinto Cheiro de Tatâme


Pensei que nesse segundo episódio veríamos mais sobre a equipe que apareceu no final do primeiro episódio, mas a história continuou focada em Dazai, Atsushi e Kunikida. O caso é que tudo foi voltado ao teste que fizeram para ver se Atsushi seria aprovado para entrar para a agência ou não, mas vamos falar do começo.

Eu não sei descrever o quanto eu dei risada do Dazai tentando se matar dentro de um latão de óleo… Ele liga para Atsushi e faz com que ele saia ás pressas para uma missão importante e quando ele sai porta á fora, dá de cara com Dazai entalado no latão pedindo por ajuda. Tem como levar a sério uma criatura dessas?

Atsushi até que tentou dar um voto de confiança já que ele já tinha visto o poder de Dazai na noite em que ele o salvou, mas foi só Kunikida chegar com o precioso caderninho de anotações e falar sobre algumas, do que aparentou ser muitas, vezes em que Dazai aprontou com essa mania de tentar se suicidar que Atsushi entendeu que realmente deveria manter um pé atrás com Dazai.

Falando no precioso caderninho de anotações, eu sempre dou risada quando o Dazai conta alguma curiosidade para Kunikida e o faz anotar no caderninho pra depois dizer “pena que é mentira” e quase matar o cara de ódio… Mais uma vez eu pergunto, como levar uma criatura dessas a sério?

Não sei pra vocês, mas pra mim não foi surpresa o caso do homem bomba ser o teste de admissão do Atsushi tanto quanto não foi surpresa pra mim ele ser o tigre. Acho que as duas coisas estavam bem óbvias.
Tecnologia do Blogger.