Crítica: Agents of S.H.I.E.L.D.


Hoje vamos falar um pouco sobre a 1ª e 2ª temporada de Agents of S.H.I.E.L.D. e o trabalho que a Marvel está desenvolvendo com eles. Já avisando que esse post pode ter um pouco de spoilers, então leia por conta e risco ou, qualquer coisa, assista à série primeiro e dê a sua opinião depois.

Agents of S.H.I.E.L.D. começou como um tipo de tapa buraco para pontas soltas deixadas nos filmes da Marvel. Acho que todo mundo ficava se perguntando o que acontecia com os restos alienígenas depois das batalhas, como em Thor 2, ou então quem arrumava aquilo tudo. Então, era a S.H.I.E.L.D. quem tinha a missão de evitar que artefatos alienígenas caíssem em mãos civis. No começo, a série lida um pouco com isso e temos que admitir que era bem fraco, os personagens não tinham muito carisma, não dava para acreditar que eles eram super agentes e etc., mas a partir da metade da primeira temporada para frente, o seriado começou a melhorar, tendo um rumo certo. E os capítulos finais muitos foram bons, a HYDRA começou a se mostrar e o caos começou a surgir.

A segunda temporada já foi mais em clima de guerra com a HYDRA e até mesmo com outras facções da S.H.I.E.L.D, que queriam ficar no poder, já que agora Nick Fury estava “morto”. Também tivemos a introdução de pessoas que tinham super poderes e a chegada de novos personagens que contribuíram para essa melhora, mas o que foi mais interessante nessa temporada foi o fato de que qualquer um dos personagens que apareciam, ou até mesmo aqueles que eram conhecidos, poderiam ser traidores. Então sempre ficava aquela dúvida: “Será que eu devo gostar desse personagem? Ele parece legal, mas e se for um traidor?”.

Um grande exemplo disso é o Ward, que no começo era um personagem qualquer que parecia estar ali só para ser o par romântico da Skye e acabou se mostrando um agente infiltrado da HYDRA. Ah, e como o personagem melhorou depois que se tornou um vilão! Agora ele realmente parece ser um verdadeiro perigo para a S.H.I.E.L.D. A HYDRA antes era comandada por velhos que pareciam ser aqueles vilões malucos com planos totalmente absurdos, mas agora, nas mãos do Ward, parece que a organização vai tomar atitudes mais sérias e diretas. Estou muito ansioso para ver como vai ser.

Com o Ward indo para o lado negro da força, tentaram arrumar um par romântico para a Skye (eu nunca vou chamar de Dayse), mas, sinceramente, o Lincoln não funciona. Acho que os seriados focam muito em montar esses romances. Poxa, deixa rolar! Na dúvida, vejam como foi feito em Demolidor: teve romance e tudo mais e ainda assim a vida continua.

E, como podemos ver, todos os personagens estão quebrados. Fitz ainda se recuperando; Coulson sem uma mão e tentando fazer que a S.H.I.E.L.D. continue; Simmons traumatizada pelo que passou nos últimos meses; May com seus problemas pessoais; Bobby e Hunter tentando superar o que Ward os fez passarem; e Skye tentando ajudar outros, assim como ela, que tem poderes, mas que estão assustados com isso. Mas isso é mais sobre a 3ª temporada da série, em que eu falo melhor aqui.
Tecnologia do Blogger.