Crítica: Kingsman - The Secret Service


Sem dúvida eu devo ser a pessoa que mais demora para assistir bons filmes. Muitos me falavam sobre Kingsman e eu sempre respondia que depois eu veria e esse dia finalmente chegou. E tenho de admitir: que filme sensacional! Eu estava mais na pegada de filmes de espionagem mais sérios por causa dessa sequência de 007 com Daniel Craig, mas ao ver Kingsman eu notei que estava sentindo falta de algo mais exagerado, que divertisse mais.

Uma ordem de espiões que tem como referência a tábula redonda, usando os nomes dos cavaleiros como seus codinomes, algo simples e com tanta classe que deixa você querendo usar um terno no final. Acho que todo mundo que está lendo esse texto quando era criança já sonhou em ser espião e ter aquele monte de equipamentos que você aperta um botão e já vira uma arma, ou então em chegar em um lugar e mexer em um livro e abrir uma passagem secreta. Kingsman meio que traz esse espírito nostálgico de volta e com muita ação, mas muita mesmo.

Sempre que me falavam do filme a primeira coisa era “cara, a cena da igreja é sensacional, uma das melhores cenas de ação que já vi”, aí fui imaginando que seria algo no estilo Faroeste, um tiroteio ou algo parecido. Imagina minha reação ao ver aquilo, foi tipo “caral... pqp... caral...”. Uma câmera frenética para uma ação frenética que te deixa sem respirar por uns minutos. Tudo muito bem coreografado e exagerado, e se você parar pra pensar um pouco, talvez o exagero em cenas de lutas ajuda muito nas coreografias porque você já não vai estar esperando algo muito real e você acaba aceitando melhor. Muitas séries e filmes hoje tentam cenas mais realistas e você acaba vendo que o chute não foi tão forte ou o soco nem encostou e fica com aquela sensação de que esperava mais.

Samuel L. Jackson como vilão do filme. Como eu adoro ver esse cara atuando! Ele sempre mantém aquele jeitão único dele e, ainda assim, consegue dar personalidade a todos os personagens que interpreta. O cara fez um vilão que passa mal ao ver sangue. Não sei se foi eu que fiquei empolgado demais com o filme (e olha que faz umas semanas que assisti), mas eu achei sensacional esses detalhes.

Se você ainda não assistiu ao filme, assista Kingsman: The Secret Service. E se você já assistiu, compartilhe com a gente o que você achou!
Tecnologia do Blogger.