Crítica: Tsuritama


Todo mundo tem aquelas histórias que são seus tesouros e quer que todos conheçam, mas acaba guardando só para si. Um desses meus tesouros se chama Tsuritama, um anime bem peculiar que tem vários temas que você não imaginaria juntos em uma história.

Considero 2012 um ano excelente quando o assunto é animes. Vários títulos que foram lançados nesse ano estão na minha lista de animes favoritos e no meio de tantos bons títulos você deve estar pensando como Tsuritama foi chamar minha atenção. Justo um anime tão diferente que até parece estranho à primeira vista. Mas foi simples: tinha um pato chamado Tapioca no anime. Achei isso tão diferente que resolvi assistir.

Imagina uma história que fale sobre amizade, pescaria, alienígenas e um pato chamado Tapioca. Achou uma mistura um tanto quanto bizarra? E é exatamente essa mistura que me fez gostar tanto do anime. A história é focada em quatro personagens. Yuki, um garoto extremamente tímido que tem problemas em fazer amizades; Haru, um alienígena hiperativo que ainda não entende muito bem o jeito dos seres humanos; Natsuki, um ótimo pescador, mas que se fechou no seu mundinho depois da morte da sua mãe; e, por último, Yamada, um indiano que faz parte de uma organização chamada D.U.C.K. que tenta defender a terra dos alienígenas e ele que é o dono do Tapioca.

Haru veio à terra com o propósito de levar embora um antigo habitante do seu planeta, que anda causando problemas na Terra. Só que ele percebe que sozinho não vai conseguir e é nesse momento que ele conhece Yuki e Natsuki e os três desenvolvem uma amizade graças à pescaria. Aos poucos, Yamada, que tinha como objetivo vigiar a estada de Haru na Terra, começa a ficar mais próximo do grupo e acaba se juntado a eles.

Além de ter uma história que evolui a cada episódio, Tsuritama também tem traços e cores que fogem um pouco do que é comum se ver nos animes e isso o torna muito agradável de se assistir. Então se você está procurando uma boa história, que te faça se divertir e ao mesmo tempo tenha um bom conteúdo, assista Tsuritama.
Tecnologia do Blogger.