Doctor Who - The Husbands of River Song


Quando saiu o especial de natal onde teríamos River Song de volta, alguns poderiam ter pensado que seria um episódio leve e divertido, mas como é bom ser surpreendido com Doctor Who! Muitos diziam que não tinha espaço mais para River Song e que seu arco já havia acabado, mas, se parar para pensar, seus primeiros episódios já são o da sua morte, então ainda tinha um lugarzinho para ela na série.

E, também, como foi dito na primeira vez que ela aparece na série, ela conhecia o Doctor com uma aparência mais velha, mas sua participação de verdade no seriado foi ao lado do 11th Doctor, que não era mais velho como ela havia dito. Então sempre ficou essa expectativa de quando ela encontraria o Doctor mais velho, a quem ela se referia e finalmente isso nos foi mostrado.

A nona temporada foi considerada uma das melhores do New Who. Isso se não for a melhor! E esse especial serviu para fechar o grande ano de Doctor Who. Peter Capaldi foi um monstro atuando. Podemos ver ele feliz ao ver a River, chateado por ela não o reconhecer e sempre que ela apresentava um marido diferente, ele fazia alguma expressão e dava para ver claramente o seu ciúme.

Que divertido foi ver o Doctor tentando falar que ele era o Doctor e a River ignorando toda vez! Para ela, o Doctor não tinha mais regenerações, então isso explica o fato da demora toda para ela perceber. E o que falar daquele momento em que ele fez o papel de um companion entrando na TARDIS pela primeira vez? Dava para ver que ele queria fazer isso há muito tempo. E, aposto que com cada referência aos episódios com o Matt Smith, lágrimas escorreram.

Esses momentos engraçados já eram de se esperar de um especial de natal, mas como esse é escrito pelo Moffat, tem que ter os momentos para fazer as pessoas se emocionarem. Os discursos do Doctor sempre são reconhecidos por todos como grande atuação, mas esse desabafo da River foi algo de emocionar, com ela dizendo que amava o Doctor, mas que sabia que não era correspondida, colocando todo aquele sentimento que estava guardado no seu coração para fora, sem saber que quem estava ao seu lado era o próprio Doctor, e então ele só manda um “Hello Sweetie”. Foi sensacional! E podemos ver que o Doctor realmente sente algo por ela e que sentiu certo arrependimento de nunca ter dito nada para ela. O mais interessante é que vemos o Doctor expressar todos esses sentimentos sem dizer uma palavra! O olhar do Capaldi é muito expressivo.

E o diálogo final dos dois onde ela fala que está com medo por seu tempo estar acabando e pede ajuda, mas ele diz que não pode fazer nada. Mesmo que sempre tenha um algo a mais no “não posso fazer nada” do Doctor, foi um belo final.

Agora, isso serviu para colocar um pouco de ordem na linha do tempo da River e do Doctor, começando com as três temporadas com o Matt Smith, depois o especial de Natal com o Capaldi e finalizando nos episódios duplos da quarta temporada com o David Tennant. Foi um bom especial, superou minhas expectativas! E, vocês, o que acharam? Deixem seus comentários. Valeu!
Tecnologia do Blogger.