Game of Thrones - Battle of the Bastards


Peguem suas espadas, chamem seus amigos selvagens e não se esqueça do gigante amigo porque hoje iremos falar sobre “Battle of the Bastards”. Enfim chegamos ao tão esperado nono episódio da sexta temporada de Game of Thrones e para quem reclamava de a série não ter boas batalhas (todos nós) finalmente tivemos uma que valeu muito a pena de se ver.

Com o retorno de Daenerys, Meereen finalmente teve uma história empolgante, tivemos dragões incendiando navios e exército Dothraki obliterando os filhos da harpia. Gostei de ver como o Tyrion e Daenerys agem juntos, estava com medo do reencontro dos dois e pelo visto Tyrion também estava um pouco preocupado. Achei que Daenerys cresceu muito nesse retorno a Meereen, está mais confiante e com mais atitude, só que ela ainda precisa do Tyrion ao seu lado sendo uma espécie de voz da razão.

Outra parte que gostei em Meereen foi o encontro dos Greyjoy com a Daenerys, não gastaram tempo de episódio mostrando eles chegando até lá e depois indo até a pirâmide, foi algo direto. Eu vibrava com as indiretas de Yara pra cima da Daenerys e a troca de olhares e sorrisos entre as duas serviu bem como uma cena para relaxar dentro de um episódio tão importante e denso.

Agora vamos falar da batalha dos bastardos, começamos com o Jon Snow chamando o Ramsay para um confronto um contra um e é claro que o Ramsay não aceitaria, por mais que o Jon depois tenha dito que fez aquilo para provocar o Ramsay, acredito que no fundo ele achou que poderia funcionar. A conversa entre a Sansa e o Jon na tenda foi muito interessante pelo fato de que os dois tinham razão em seus pontos de vista, como Jon disse aquele era o exército que eles tinham e ninguém mais apoiaria a causa deles e por outro lado a Sansa era quem melhor conhecia a maneira que o Ramsay pensava pois ela mesma havia sofrido nas mãos dele, apesar que achei sacanagem da Sansa não falar que as tropas do Mindinho estavam vindo, isso teria salvado a vida de muita gente ali.

Não posso deixar de mencionar a presença da Lady Lyanna encarando o Ramsay, ela foi sem dúvida a melhor novidade dessa temporada.

Antes da batalha começar pra valer, tivemos aquele requinte de crueldade característico de Game of Thrones com o Ramsay liberando o caçula Stark e dizendo “Corre Rickon, corre” e lançando flechas no garoto, aí quando a câmera da aquele foco na flechada que parecia ser fatal e acaba errando, bate aquele alivio e você pensa “Ufa, ele não vai morrer” e então uma flecha acerta o coração de Rickon e assim é o fim de mais um Stark.

No momento da batalha eles focavam toda hora na diferença de forças entre os exércitos, o que deixava ainda mais angustiante. Jon havia perdido toda a razão depois de ver o irmão morrer, não foi a atitude certa partir para cima de um exército inteiro daquela maneira, mas a raiva que ele sentia naquele momento pelo Ramsay representava o sentimento da maior parte dos fãs. Conforme a batalha ia seguindo e o exército Stark sendo massacrado, o desespero ia aumentando, no momento em que o Jon caiu e começou a ser pisoteado, parecia ser o fim de mais um Stark.

Quando a batalha parecia chegar ao seu fim e a vitória seria do Ramsay, surge Sansa junto com Mindinho e a cavalaria para virar o jogo. Sei que pode ter parecido muito conveniente essa chegada no último momento, mas isso vem sendo construído desde de o momento em que Mindinho apareceu falando para Sansa que ele teria um exército para ajudar na guerra e no outro episódio em que ela manda a carta pedindo ajuda.

Depois de ter perdido a batalha, Ramsay volta para dentro dos muros de Winterfell achando que ali estaria seguro, mas o que ele havia esquecido é que Jon tinha um gigante ao seu lado e que um portão de madeira não seria o suficiente para impedir sua entrada. Mas, infelizmente, essa batalha toda custou a vida do Wun Wun e quando pensei que teríamos uma cena de despedida entre Jon e o gigante, novamente temos o requinte de crueldade de Game of Thrones na flechada que Ramsay dá no olho do selvagem.

Agora aquele final foi a cereja no topo para quem não gostava do Ramsay. A maneira como a Sansa falou que ele seria esquecido e ninguém se lembraria dele ou de sua família, você sentia o ódio dela nas palavras, e o mais interessante dessa cena foi a Sansa não virar o rosto enquanto os cachorros devoravam Ramsay, ela encarou até o final e ainda saiu dando uma risadinha. Tem gente questionando que a Sansa pode ter ficado grávida do Ramsay por causa do que ele disse a ela, mas acho que não, deve ter sido algo como as marcas das torturas físicas e emocionais que ela sofreu nas mãos dele que nunca irão desaparecer.

Agora tudo indica que o último inimigo vai ser o Rei da Noite, mesmo porque dificilmente terá um vilão pior que Ramsay Bolton, por mais que o personagem fosse desprezível, tem que se dizer que ele mandou muito bem na estratégia ali e só perdeu porque não contava com a aparição de um novo exército (nem mesmo o exército Stark esperava por isso). E temos que dar os parabéns para Iwan Rheon pela brilhante interpretação do personagem que será para sempre lembrado.

Que episódio lindo de se assistir, boas coreografias de luta com direito à câmera lenta e plano sequência, finalmente decidiram investir dinheiro nas batalhas e o resultado foi excelente, certamente se você assistir várias vezes o episódio e prestar bastante atenção nos detalhes vai achar erros, mas como diversão foi excelente. Confira agora algumas curiosidades sobre a Batalha dos Bastardos:

Curiosidades

- Foram mais de 600 membros na equipe de filmagem, entre operadores de câmera, diretores, produtores, departamento de figurino e maquiagem, iluminação, etc, mais 500 atores contratados para agregar o visual da cena.

- Foram usados 70 cavalos nas filmagens, e como se já não fosse complicado fazer uma cena com tantos cavalos, uma chuva assolou o Norte da Irlanda e tiveram que usar 160 toneladas de cascalho para firmar o solo, já que os cavalos odeiam lama.

- Foram usados 25 dublês durante os 25 dias de gravações de "Battle of the Bastards".

- Somente para as cenas da batalha foram usadas 4 equipes de câmeras.

- Cada episódio dessa temporada de Game of Thrones custou mais de 10 milhões de dólares e, certamente, "Battle of the Bastards" custou ainda mais que isso.
Tecnologia do Blogger.