Game of Thrones - The Broken Man


Esse episódio de Game of Thrones foi a prova definitiva que o mais interessante nessa série é o jogo político e os diálogos. Ação quando é bem-feita e com propósito é sempre bem-vinda, mas quando eles mostram personagens carismáticos e com um bom roteiro fica muito mais interessante de se assistir. “The Broken Man” foi o ponta pé para a reta final da temporada.

Para quem acompanha os textos sobre Game of Thrones, já deve estar acostumado com as reclamações que faço sobre Porto Real, mas nesse episódio foi bom por vários motivos. O Alto Pardal praticamente não apareceu, as cenas não foram longas e todas tiveram um propósito e o principal foi que o Tommen não apareceu para estragar tudo. Todos já estavam desconfiados de que Margaery não tinha se convertido e que toda aquela encenação era parte do plano dela, mas agora não resta dúvidas. Por mais que eu queira ver a Cersei acabando com o Alto Pardal e os filhotes dele, a personagem é uma das que eu menos gosto e ver a Olenna jogando tudo na cara dela foi muito bom.

Engraçado como o fato de Jaime ficar longe da Cersei faz com que ele cresça em atitude. Os melhores momentos dele nessa temporada ele estava longe dela, quando os dois estão juntos, ele parece ser só um capacho. Por mais que o Peixe Negro tenha “vencido” na conversa, gostei de ver como o Jaime chegou tentando se impor e ele só não conseguiu porquê do outro lado tinha um cara que estava disposto a morrer pelo que acredita e por seu orgulho.

Finalmente temos o Bronn de volta, por mais que Game of Thrones seja uma história densa, precisamos de alívios cômicos como ele, porque o seu humor não é de um personagem idiota, e sim de um malandro de rua. Esse tipo de humor funcionava muito bem junto com o Tyrion e agora com o Jaime está tão bom quanto.

Essa temporada está servindo para mostrar o que aconteceu com os personagens que estávamos em dúvida se morreram mesmo ou não. No episódio passado, Tio Benjen voltou, dessa vez foi a vez do “Cão” Sandor Clegane voltar a série, e não entendo o porquê das pessoas estarem reclamando da volta dele, vocês esperavam quem? Ned Stark? Ele é um personagem interessante, ele estava tentando recomeçar sua vida, mas a violência escolheu o Cão e agora poderemos ver a batalha entre o Montanha Zumbi e o Cão Arrependido (muita gente lembrou do Chaves agora), como não ficar empolgado com isso?

Jon e Sansa estão tentando recrutar ajuda no Norte para enfrentarem Ramsay Bolton, mas por mais que a intenção dos dois seja boa, tive a impressão que as casas do Norte não os vê como Starks, já que ela se casou com um Lannister e um Bolton e ele é um bastardo, a maioria das casas perderam muito ajudando o Robb na guerra, quem está conseguindo salvar um pouco o lado deles é a diplomacia e experiência do Sor Davos.

Agora vamos falar da personagem mais badass já mostrada em Game of Thrones, a Lady Lyanna Mormont, uma criança que em alguns minutos de cena mostrou ser mais capaz de governar Westeros do que os antigos Reis mostrados no seriado e que aqueles que desejam o trono, e a melhor parte é que depois de dar tapa na cara do Jon e da Sansa com imponência de uma verdadeira líder, Jon pergunta a ela quantos soldados ela disponibilizaria para a guerra contra os Bolton e ela responde 62, mas que cada um vale por dez guerreiros normais. Eu imagino o Jon e a Sansa xingando ela mentalmente. Outra prova de como ela tem atitude é que na hora que mostrou o acampamento do exército Stark, ela estava lá.

Sobre a menina Arya ser esfaqueada, é complicado ter certeza de que era ela mesma ali, esse poder da Casa do Preto e do Branco sempre deixa uma dúvida no ar, como quando mostra ela andando e fica aquela tensão que qualquer um pode matar ela. Nessa cena eu fiquei achando que era o Jaqen H'ghar que estava se passando por Arya para salva-la. Ele já demonstrou ter um carinho especial por ela, e depois de todo o treinamento que ela teve, seria muito estranho ela dar aquele mole todo sabendo que alguém viria atrás dela.

E uma menção especial ao Theon que depois de um belo sermão da Yara começou a voltar a ser quem ele realmente é. O olhar dele nessa cena foi muito expressivo, já elogiei o Alfie Allen algumas vezes, estou adorando a interpretação dele. Agora que sacanagem levar um cara que foi castrado há pouco tempo num lugar cheio de mulheres.

Comentem aí o que acharam do episódio e quais as previsões do que vai acontecer nessa reta final de temporada. Valeu!
Tecnologia do Blogger.