Crítica: Arrow – 4ª Temporada (Final)


Já falei um pouco sobre o que eu estava achando dessa 4ª temporada de Arrow, então esse texto é daquele tipo que a gente faz para falar o que gostaríamos de ver na série (mesmo sabendo que não vai fazer diferença), mas ainda assim, é muito bom para conversar com outros fãs.


Depois de uma temporada cheia de baixos e com quase nenhum alto, Arrow chegou ao fim da quarta temporada com um final razoável, mas que, comparado aos episódios anteriores, pode até ser considerado muito bom. A season finale serviu para tirar um pouco do gosto amargo que estava na boca dos fãs. Tive a impressão de que esse final destruindo tudo e os personagens se separando foi um jeito de os produtores dizerem "calma aí, está muita bagunça isso aqui, destrói tudo e começa de novo".


A série tem muito que melhorar para uma quinta temporada. O ponto positivo é que tem muito potencial ali que ainda pode ser explorado. Vamos falar baseado apenas na série e não nos quadrinhos porque, apesar de Arrow ter uma boa quantidade de leitores, eles não são nem metade dos fãs da série. Tem necessidade mesmo de tudo que acontece de ruim em Starling City estar conectado ao período que Oliver passou na ilha? No começo era legal porque era novidade, mas agora já fica um pouco batido, pois tudo que está acontecendo ele viu algo parecido na ilha.


Tem personagens que estão completamente desnecessários na série. Sinceramente, eu gostava da Laurel, mas ela estava muito de lado naquela equipe, não passava de uma figurante de luxo e o final que foi dado para ela foi um tanto quanto estranho, não só pela história que foi desenvolvida ali, mas também pela atuação dos atores. Tudo bem que o Stephen Amell está longe de ser um ótimo ator, só que até a Katie Cassidy estava ruim (será que é contagioso?). Os dois tiveram a chance de fazer uma cena dramática para ficar na memória dos fãs e não aproveitaram.


Outro personagem que está totalmente deslocado ali é o Malcolm. E olha que eu adoro o John Barrowman como ator, mas se for para continuar do jeito que está, deviam matar o personagem ou mandar ele para outro lugar até decidirem o que fazer com ele. Tem horas que ele quer ferrar todo mundo, mas segundos depois já está ajudando, depois volta a atrapalhar... Sei que muita gente pode alegar que ele é um personagem que age de acordo com os próprios interesses, o que é até verdade, mas as participações dele na série fazem parecer que os roteiristas não sabem o que fazer com ele, mas querem colocar ele aparecendo por causa do carisma com os fãs.


Agora um personagem que me agradou muito e que eu gostaria de ver mais participativo na próxima temporada é o Kurtis. A química dele, tanto com a Felicity quanto com o Oliver, foi muito boa. Talvez a presença dele ali na “Arrow Cave” dê um frescor novo que a série está precisando. Gostaria de ver a série apostando em cenas mais simples, só que com um roteiro mais elaborado como, por exemplo, algo relacionado à máfia, algo que seja desconhecido tanto para o Oliver quanto para o público. Adoraria ver a CW provando que Arrow pode ser uma boa série e não só uma série que faz sucesso pela beleza do elenco.
Tecnologia do Blogger.