Bungou Stray Dogs - Sem Para Onde Voltar


A cada episódio que passa, a história envolvendo Dazai, Ango e Oda fica mais interessante. Gostei do fato de não terem enrolado para contar de quem era a fidelidade de Ango. Apesar de eu ainda ter minhas dúvidas, esse segundo episódio deixa claro que Ango era um agente da Máfia infiltrado na Mímico e não ao contrário, como foi sugerido no episódio anterior.

Ver o Dazai como alguém tão importante da Máfia está sendo diferente. Depois de uma parte inteira da temporada vendo um Dazai que brinca na maior parte do tempo, vê-lo sério e mostrando o quão superior ele é chega a ser novidade. Ele ainda tem seus momentos cômicos, mas agora são muito mais sutis, pudemos ver isso na aparição de Akutagawa no episódio, mostrando o quão inferior ao Dazai ele ainda era naquela época. 

Tenho gostado muito do Oda. Nesse episódio deu pra entender um pouco mais sobre o motivo pelo qual ele se dá tão bem com o Dazai: ambos são bem parecidos. Ver Odasaku visitando aquelas crianças e brincando e cuidando delas foi bem bacana. Desde o episódio passado vimos que ele evita ao máximo matar as pessoas, o que realmente é peculiar para alguém da Máfia, o que me deixa curiosa pelo o que vem pela frente é o que levou o Oda a ter essa atitude e quem vai ser o primeiro á tirá-lo do sério a ponto de fazer com que vejamos ele matando pela primeira vez, algo que diz que ele é tão forte quanto o Dazai.

Fiquei confusa no final do episódio quando vi o Ango fugindo com aqueles homens e deixando Oda sozinho naquele estado. Foi compreensivo considerando que aquilo era uma fuga, mas não entendi por que razão eles não puderam carregar o Oda com eles. Pelo visto, isso será melhor explicado no próximo episódio. O que vocês estão achando desse pequeno spin-off sobre o passado de Dazai? Comentem com a gente!
Tecnologia do Blogger.