Gotham - Look Into My Eyes


Você realmente tem certeza que Gotham é uma cidade complicada quando um dos candidatos a prefeito é o Pinguim. E se isso não bastasse, ele parece ser a melhor opção (como ele já é um criminoso, até faz sentido). Mesmo a história sendo séria, as cenas com o Pinguim são quase o alívio cômico. Por mais que ele seja um alívio cômico que mata pessoas, espanca e, às vezes, até corta uma mão ou outra dos seus empregados, é quase impossível não se divertir nas cenas dele, como a que ele mostra o seu cartaz de candidato e o Butch comenta: “meu voto é seu” ou, então, na saída do Nygma do Asilo Arkham onde ele para o carro e coloca metade do corpo para fora da janela com aquela cara feliz. Até a música de fundo é mais animada. Se no último episódio eu fiquei um pouco decepcionado com ele, dessa vez ele foi o que mais me divertiu.

Tivemos pouco Valerie Vale nesse episódio, mas, em compensação, a Dra. Lee chegou com algumas bombas na vida do pobre Jimbo. A primeira é que ela estava de volta a Gotham e ao seu antigo emprego na delegacia. A segunda é que decidiram voltar à cidade porque seu noivo (corações sendo despedaçados nesse momento) tinha recebido uma proposta no hospital de Gotham. Até aí tudo bem, você pensa: “ah, é só mais uma história de amor que fracassou. Quem nunca?”. Mas no momento que é revelado que ele é filho do Falcone, um dos maiores gangsters que a cidade já viu, ficou aquela sensação que vai ter uma guerra aí.

Selina continua sua busca pela Ivy. Fico só imaginando qual vai ser a reação dela quando conseguir encontrar. Ela realmente está preocupada, já que está pedindo ajuda para todos. Até para o menino Bruce ela foi pedir ajuda. Só que ele estava muito ocupado tentando entender melhor o seu clone que estava ali na sua casa (um dia normal na vida de Bruce Wayne). Mas parece que o clone, agora apresentado na série como “5” e que eu vou chamar carinhosamente de Bruce Bizarro, estava mesmo era interessado na Selina (também a menina é uma gata, Ba dum tss) e decidiu ir ajudá-la se passando por Bruce Wayne. Ah! Não posso esquecer da cena onde o Bruce Bizarro deu umas belas pancadas no Alfred. O garoto tem talento.

Também tivemos a aparição de um hipnotizador na cidade que estava em busca da sua irmã, mas, pela reação dela, deu a entender que ele não estava preocupado com a garota. Queria destacar a cena onde ele hipnotiza a Barbara e pergunta ao público o que ela deveria fazer e a Tabitha fala que deveria ser algo bem vergonhoso. O que dizer de uma pessoa dessas? Mas, no fim das contas, eu fiquei com pena dele ao tentar dar um fora na Barbara que, mesmo hipnotizada, mostrou que não sabe lidar muito bem com rejeição.

Estou ansioso pelos próximos episódios. Quero ver qual vai ser o desenrolar dessa tentativa de Pinguim ser prefeito de Gotham, agora tendo o Nygma como seu acessor e como a Ivy vai se encaixar novamente na história e o quanto ela vai agitar Gotham. Será que a Selina irá se apaixonar pelo Bruce Bizarro ou descobrir quem ele realmente é? Não perca o próximo BatEpisódio e os comentários nesse mesmo BatSite. Valeu!!!
Tecnologia do Blogger.