Hawaii Five-0: No Ke Ali'i Wahine A Me Ka Aina


É, pessoal, pelo jeito os produtores estão investindo pesado para que essa seja uma das melhores temporadas de Hawaii Five-0. A trama principal com o assassino do xadrez (vou chamar assim até darem um nome melhor) e no momento em que eles foram atrás da Alicia Brown que é uma ex-analista comportamental que trabalhou para o FBI por 15 anos para ajudar no caso, me bateu aquela esperança de um dia acontecer um crossover entre Hawaii Five-0 e Criminal Minds. Por mais que pareça querer muito, já teve um crossover com NCIS e, como são todas séries da CBS, não custa nada sonhar com o encontro do Rossi com o Danno para falarem sobre seus casamentos que não deram certo.

Esse segundo episódio me conquistou de uma maneira incrível. Sempre gostei dos filmes de espionagem, principalmente os do 007. E ver essa atmosfera toda em Hawaii Five-0 foi ótimo até com as citações do Danno sobre qual era seu James Bond favorito ou então o Jerry inspecionando o equipamento do Langford e depois perguntando se devia chamar ele de 00 alguma coisa. Sei que, em alguns momentos, fugia um pouco do estilo da série, mas um episódio ou outro de vez em quando é bom para dar novos ares. 

Por mais que o episódio inteiro tenha sido muito bom, eu sempre acabo gostando mais das cenas de humor que envolvem o Danno, como aquela que está ele e o Steve no avião com o Langford e ele começa:

Danno (para Steve): Você está bem? Entendo, está muito irritado.
Danno (para Langford): Você tem o seu avião e ele não pode pilotar.
Steve (para Danno): Poderia calar a boca um minuto?
Steve (para Langford): Ouça, notou que pode descer 5mil pés? Provavelmente ganharia 15 minutos do tempo.
Langford (para Steve): Teríamos o mesmo se eliminássemos a carga. Parece ter 88kg. Quer ser voluntário?
Danno (para Langford): Você tem que desculpá-lo, ele tem problemas de controle.
Steve (para Danno): Eu não tenho problemas de controle. Gosto de guiar, não sou você, que gosta de ser passageiro.
Danno (para Steve): Não gosto de ser passageiro. Eu não tenho escolha. E por que voaria de novo depois do que houve?
Steve: Não foi culpa minha.
Langford: O que houve?
Danno: O que houve... vamos dizer que... sou metade do homem que costumava ser na sessão de fígado por causa dele.
Steve: Não foi culpa minha, não foi.
Danno (para Langford): Sabe o que mais ele é, além de palerma? Ele é um alvo ambulante.
Langford: Eu gostaria que mencionassem isso antes de eu pedir aos dois se gostariam de vir.

O Langford devia estar se perguntando há quanto tempo aqueles dois são casados. E, outra, essa foi a segunda vez no episódio que o Danno mencionou que havia doado uma parte do fígado para o Steve. Pelo jeito, se a série continuar por vinte anos, vamos continuar ouvindo ele falar sobre a vez em que ele doou uma parte do seu fígado para salvar a vida do Steve.

Outra coisa que gostei muito foi quando a Five-0 se infiltrou na festa. A Kono estava se destacando pouco com aquele vestido vermelho, até parecia cena do Sin City, onde a cena é toda preta e branca e apenas um lugar tem cor (nesse caso era o vestido da Kono). Foi impressão minha ou quando o Danno estava falando sobre vazar uma sex tape e depois ter seu próprio reality show, ele estava falando sobre a Kim Kardashian?

Espero que no próximo episódio eles voltem com foco na trama do assassino do xadrez e que o Chin consiga a guarda da sua sobrinha. É tão difícil ver algo dar certo para ele na série e mais raro ainda é quando isso continua. Espero que tenham gostado do episódio. Deixem suas opiniões nos comentários.
Tecnologia do Blogger.