(Dis)Honesty: The Truth About Lies


Olá, leitores! Hoje vamos falar novamente de um documentário. Esse é um daqueles documentários que nos tira do senso comum (nada de teoria da conspiração, ufologia e afins), e nos mostra o quanto não somos nada honestos (apesar de achar que somos). Bom, o documentário se chama (Dis)Honesty: The Truth About Lies e está disponível na nossa querida Netflix e também no YouTube (nesse último não sei se ficará disponível por muito tempo).

Primeiro vale falar um pouco sobre o Dan Ariely, já que o documentário tem origem em seu livro: A mais pura verdade sobre a desonestidade. Ele é professor de psicologia e de economia comportamental na Duke University e pesquisa o comportamento das pessoas analisando (e criticando) um dos pressupostos da teoria econômica - que diz que somos racionais para tomar nossas decisões - e pesquisa também a questão da honestidade. Tudo começou quando ele ainda era adolescente e sofreu um trágico acidente com a explosão de sinalizadores de magnésio, sofrendo queimaduras em 70% de seu corpo e, como consequência, passando três anos em um hospital. Ele conta que a pior parte do seu dia era a remoção das ataduras. As enfermeiras sempre preferiam tirá-las com um movimento rápido para que a dor fosse mais intensa, mas durasse menos tempo. Porém ele como paciente preferia que elas tirassem devagar para que a dor fosse menos intensa, mesmo que durasse mais tempo. A partir disso, ele começou a questionar a questão da racionalidade, pois obviamente as enfermeiras não faziam aquilo por mal e sim por achar que estavam fazendo o melhor para ele.

Para quem, como eu, já leu seus livros, o documentário em alguns momentos acaba sendo mais do mesmo, mas o fato de ter várias entrevistas é um ótimo diferencial. O documentário, além de mostrar os resultados de algumas pesquisas realizadas por Dan e outros pesquisadores, apresenta entrevistas com pessoas que de alguma forma sofreram com a desonestidade (até mesmo casos que levaram à prisão) e mostra tanto a visão dessas pessoas, quanto a visão de Dan Ariely como pesquisador. Os casos vão desde doping em esportes e traição até grandes escândalos de corrupção e crise de 2008.

O documentário é incrível para explicar a nossa desonestidade e demonstra como, ao mesmo tempo em que achamos que somos pessoas honestas, admitimos que mentimos frequentemente. É explicado ainda sobre a questão de como a maioria de nós é apenas um pouco desonesto para que tenhamos os benefícios da trapaça e ainda possamos nos sentir bem com nós mesmos.

Ah, vale lembrar que o Dan Ariely sempre oferece um curso no site Coursera. Para quem se interessa pelo assunto e sabe pelo menos um pouco de inglês, super vale a pena. O único problema é que para ter um certificado que seja válido, é necessário pagar uma taxa. Bom, pessoal, essa foi a dica de hoje. Espero que gostem. Se já assistiram, deixem suas opiniões nos comentários. Até a próxima!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.