Gotham: Red Queen


Que Gotham é uma cidade que exala loucura, isso todos que já assistiram a série até agora sabem. Mas nesse episódio, “Red Queen”, pudemos ver toda a insanidade refletida na mente de Jim Gordon. Em uma viagem psicodélica nas profundezas de sua mente, Gordon fez uma reflexão sobre seus medos e sobre quem ele realmente é e quem ele realmente quer ser.

Depois de um começo onde muitas verdades foram jogadas na cara do Jim pelas pessoas mais próximas dele no momento: Bullock, o amigo; Lee, o amor; Valerie, a culpa; Barnes, o superior, ele começou a se questionar sobre quem ele estava sendo até aquele momento.

Também tivemos Tech tentando disseminar sua loucura nas pessoas mais influentes da cidade. Isso é algo que seria interessante. Gostaria de ver como o Pinguim teria ficado mais afetado ao entrar em contato com o sangue da Alice.

Durante o jantar para a elite que comanda Gotham, tivemos mais uma aparição da Kathryn, a líder da Corte das Corujas. Foi apenas mais uma breve aparição, mas levando em conta toda a sua presença e as outras aparições que ela já teve nessa temporada, desperta toda aquela curiosidade em saber mais sobre essa sociedade secreta, ainda mais agora que a família Gordon parece estar envolvida.

Agora em meio a isso tudo, tivemos a vitória do instantâneo amor entre Nygma e Isabella sobre a inveja do Pinguim, que fez de tudo para destruir esse romance, até mesmo denegrir a imagem do seu grande e inesperado amor. 

Falando em amor entre pessoas um pouco mais normais, se é que pode se considerar normal uma pessoa que no futuro irá se tornar o Batman e a outra a Mulher Gato, vimos um Bruce mais confiante e apaixonado e uma Selina disposta a acreditar nos sentimentos de outra pessoa. Até quando isso vai durar não se sabe, mas vamos aguardar para ver qual vai ser o desenrolar disso nos próximos episódios.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.