The Flash: Shade


Estamos ainda no sexto episódio da terceira temporada de The Flash e três grandes vilões já foram apresentados: Rival, Dr. Alquimia e agora Savitar. Ao que tudo indica esse último será o grande vilão da temporada, já que parece o mais poderoso entre os três. Mas vamos falar um pouco de cada um deles e depois falaremos do sexto episódio.

Primeiro tivemos o Rival, que foi o mais sem graça, pois era só mais um velocista. Não conquistou na personalidade e muito menos no visual. Deu a entender que ele apareceu só para ser um adversário para o Kid Flash. Pelo que foi mostrado, ele já era, mas como todo velocista, nunca dá para contar como morto porque eles sempre podem voltar. Espero que não, mas se voltar que trabalhem melhor no personagem.

Segundo, tivemos o Dr. Alquimia que até o momento eu estava satisfeito em tê-lo como vilão principal pelo fato de não ser um velocista e ter aquele ar todo sombrio em volta dele. Pelo seu visual, não dá para saber quem é, então sempre tem aquele suspense sobre a identidade do personagem fazendo com que você pense que pode ser qualquer um daqueles personagens em volta do Barry. Ainda mais com a linha do tempo alterada em que você não tem mais certeza do passado de ninguém.

Terceiro, o Savitar, que foi apresentado no último episódio e, até agora, só sabemos seu nome. Até o momento, eu já estava cansado de ver velocistas como inimigos, mas pelo pouco que foi mostrado do Savitar e uma breve pesquisa que eu fiz, ele me pareceu um vilão muito poderoso. Pelo que parece, ele não é um vilão que aparece tanto nos quadrinhos e também nunca teve sua real identidade revelada. Ele era o piloto de avião que estava testando um caça supersônico e quando atingiu a velocidade máxima acabou sendo atingido por um raio e acabou ganhando seus poderes. Ao descobrir sobre a força da aceleração, Savitar decidiu estudá-la a fundo dominando poderes que nenhum outro velocista vivo dominou até agora. Ele é capaz de dar e retirar poderes de outras pessoas e tem um fator de cura super rápido. O seu nome, Savitar, vem do Deus Hindu do movimento, Não sei se essa origem vai ser mantida na série, mas espero que sim, já que essa origem me conquistou.

Agora, falando sobre o episódio, o Wally tanto encheu o saco que finalmente parece ter ganhado seus poderes. Ele estava insuportável com essa obsessão toda. Espero que daqui pra frente ele seja menos chato. Ele me lembra muito a Iris na primeira temporada, que tinha momentos bons e outros que te fazia perguntar: “o que essa garota está fazendo aí?”. O episódio foi muito focado na busca do Wally por poder. E, por falar nisso, como o Dr. Alquimia é “delicado” ao enviar suas mensagens. Mas apesar desse foco, o episódio também teve a trama dos poderes da Caitlin e o Cisco falando para todos sobre a transformação dela na Nevasca. O Cisco agiu errado? Em partes, mas sozinho ele não poderia ajudar ela, então não dá para crucificar ele também.

Ficou um mistério com o desaparecimento do Julian. Eu tinha quase certeza que ele ia ser um dos seguidores do Dr. Alquimia, mas se for essa revelação, vai ficar para o próximo episódio. A parte cômica ficou do H. R. que ficou dando em cima da promotora no encontro dela com o Joe. A cara do Joe foi impagável.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.