Gotham: Beware the Green-Eyed Monster


Se tem uma pessoa que gosta de ver o circo pegar fogo em Gotham, seu nome é Barbara Kean. De todos os loucos que possuem essa série, ela é, de longe, a mais caótica. Seu diálogo com Nygma foi sensacional. A maneira como ela entregou o verdadeiro assassino de ISABELLA e seus trejeitos realmente te fazem acreditar que ela era uma paciente do Arkham, ao contrário dos outros, como Nygma e Pinguim, que mantém uma postura mais “normal”.

A primeira reação do Nygma foi a mesma dos fãs ao descobrirem que o Pinguim estava apaixonado por ele. Claro que ele está indo um pouco mais além do que só ficar surpreso e com o pontapé inicial da Srta. Kean, a guerra entre Nygma e Pinguim está prestes a começar. 

No melhor estilo filme de assalto, o menino Bruce junto com Selina, Alfred e o personagem aleatório que estava lá só pra morrer, cria um plano para roubar a Corte das Corujas e pegar o item que seria uma arma contra a organização. Além da surpresa do item que estava no cofre ser apenas uma estátua de uma coruja branca, no meio da confusão toda, também conhecemos a mãe da Selina. 

Quando você acha que o personagem que mais faz cagada é o Flash, Jim Gordon vem com toda sua habilidade para superar o velocista. Depois de uma ótima cena entre Gordon e Jervis que foi um duelo de rappers\repentistas, Jim descobriu que Mario estava infectado e foi atrás do médico. Mas, de alguma maneira, Mario tinha um plano perfeito para fazer com que Lee odiasse Jim. Eu fico em dúvida se o plano era realmente muito bom ou se Mario contava com as atitudes impulsivas do Gordon. Talvez um pouco dos dois. Mas o que realmente me incomodou nisso tudo foram as ações da Lee, que no episódio passado foi atrás do Gordon, deu um beijo na boca do cara, despertou a paixão que não estava nem um pouco enterrada e saiu do nada. E quando Jim vai declarar o seu amor, ela fica toda revoltada. Eu adoro a Lee como personagem, mas essa atitude dela não fez sentido nenhum.

E, para finalizar, duas coisas que devem ser citadas: primeiro, que a cena onde o Jim vai visitar o Don Falcone para descobrir onde o Mario estava foi uma clara referência ao Poderoso Chefão. E, segundo, que para mostrar que o Jim só faz merda, além de ele ter matado o Mario, coisa que ele prometeu ao Don Falcone que não faria, a arma que estava na mão do Mario caiu dentro do lago e, para piorar tudo, o sangue infectado dele espirrou na Lee.

Jim Gordon merece os meus parabéns por tanta besteira feita em um único episódio. Esse sim sabe como encerrar o ano, já que Gotham só retorna no dia 16 de janeiro de 2017.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.