Crítica: Trollhunters - 1ª Temporada


Normalmente relacionamos os trolls a criaturas sombrias e malvadas, mas agora Guillermo del Toro, em sua primeira série animada, vem nos apresentar um novo mundo, onde nem todos os trolls são maus, pelo contrário, sua grande maioria vive em harmonia no Mercado de Trolls, coexistindo com o mundo humano. Só que uma boa história de aventura sempre precisa ter um vilão para se combater e nesse caso o vilão é Gunmar e seus seguidores, os Gumm Gumms, que preferiram seguir pelo lado sombrio.

A série conta a história de Jim Lake Jr., um garoto que vivia só com a mãe e dividia suas responsabilidades entre a escola e cuidar da casa, mas essa responsabilidade ganha proporções maiores quando ele é escolhido por um amuleto mágico como o novo caçador de trolls. Como se não bastasse a difícil missão de enfrentar os Gumm Gumms, Jim precisa ganhar a confiança dos trolls que ele precisa proteger, já que ele é o primeiro humano a assumir o cargo.

Por mais que fosse uma série da Netflix e da Dreamworks e tivesse o nome de Guillermo del Toro como referência, ainda assim fui assistir a série sem muita expectativa, apenas como um passatempo, mas ao longo dos 26 episódios eu fui embarcando na história do Jim e seus amigos nesse fantástico mundo.

A série tem alguns defeitos, como a animação dos cenários e a pouca quantidade de personagens na escola e na cidade, às vezes dando a impressão de ser um lugar deserto, mas tudo isso acaba se tornando irrelevante comparado à boa história e ao carisma dos personagens, tanto humanos quanto trolls.

É legal ver nomes conhecidos dublando a animação, como por exemplo o Steven Yeun (The Walking Dead) como Steve, Tom Hiddleston (o Loki do Universo Cinematográfico Marvel) como Kanjigar, Ron Perlman (Hellboy) como Bular e o Anton Yelchin (Star Trek) como o personagem principal Jim Lake, que infelizmente não estará na segunda temporada, já que o ator faleceu pouco antes de finalizar o trabalho na série.

Enquanto pesquisava para escrever esse texto, li algumas críticas e é engraçado como em algumas delas as pessoas falavam sobre como a animação havia sido boa e os personagens um pouco clichês, enquanto eu gostei muito dos personagens e achei que a animação poderia ser um pouco melhor, acredito que muito pelas séries animadas não terem tanto investimento quanto os filmes de animação. 

Caçadores de Troll alcançou boas notas no IMDb e no Roten Tomates, sendo elogiada tanto pelo público quanto pela crítica e é incrível ver o quanto a série os conquistou e por motivos diferentes, como citei anteriormente. Ainda não há notícias sobre uma segunda temporada, mas tenho certeza que quem assistiu aguarda ansiosamente e que podemos esperar muita coisa boa vindo por aí.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.