Shadowhunters: Parabatai Lost


Hoje é dia do nosso review de ShadowHunters e, pois é, meu povo Taverneiro, ao que parece eu estou com sorte nas apostas desse ano. O terceiro episódio dessa temporada, intitulado como "Adeus, Parabatai", veio para deixar todo mundo largado no chão.

Quando eu disse para vocês que os dois primeiros episódios só vinham pontuar as mudanças, era meu melhor palpite. Então, quando abri minha querida Netflix essa manhã, foi com um certo medo de que eles não dessem à série o movimento que ela precisava. Seria um erro, talvez incorrigível, apresentar mais um capítulo pesado, focado só no emocional e na reapresentação dos personagens. Lacrou! Essa foi a minha surpresa. A série entregou muito mais do que vem fazendo desde que foi lançada. Muito mais até do que eu imaginava para esse ponto. Com um roteiro bem feito, atuações muito convincentes e uma velocidade frenética, HOJE a série acaba por surpreender até os mais pessimistas.

Eu não vou ficar aqui falando que eles mudaram, ok? Já disse isso trocentas vezes, então vou contar a dinâmica da coisa. O episódio gira em torno de um Alec acamado entre a vida e a morte enquanto seu Parabatai Jace, acusado injustamente de matar uma lobisomem, faz mundos e fundos para chegar até ele. Nesse meio tempo ele é atacado em cada oportunidade possível, o que nos brinda com cenas de luta maravilhosas, que OUSO comparar com as vistas em Luke Cage. É isso mesmo meu povo, esse episódio me tirou do chão!

Além disso, há uma série de flashbacks muito bem colocados que fazem a ligação dos personagens e coloca o espectador que não acompanha a série literária (e os que acompanham também) submerso em algo que eu chamo do poder da Cassandra Clare: Ela é a rainha do drama em meio a ação. E felizmente, a série começou a se aproximar disso.

O terceiro episódio é sem dúvida nenhuma o melhor da série até aqui. 

Quer saber mais do que achamos? Como foram as atuações? Como está o roteiro em relação aos livros? Então vem ver nosso review completo.




Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.