Comentando Oscar 2017 | Confira a lista completa dos vencedores


Se o Oscar 2016 ficou marcado com a vitória de Leonardo DiCaprio, o de 2017 poderia ser lembrado para sempre pelas vitórias de Mahershala Ali e Viola Davis ou então por filmes com baixo orçamento competindo com gigantes e diretores que não são tão conhecidos (por enquanto) sendo o foco dos holofotes. Mas o que realmente vai ser lembrado desse Oscar serão as cenas bizarras, as gafes e os prêmios polêmicos. 

Para começar, tivemos o primeiro Oscar do universo da nossa querida J. K. Rowling com o prêmio de Melhor Figurino para Animais Fantásticos e Onde Habitam e La La Land foi o grande vencedor da noite com 6 estatuetas. Já a vitória de Esquadrão Suicida na categoria de Melhor Maquiagem e Penteado deixou muita gente surpresa. Não que o filme seja ruim nesse ponto, ele só é ruim nos outros todos, mas se você comparar com Star Trek: Beyond, que também concorria ao prêmio nessa categoria, fica quase impossível de explicar esse resultado.

Outra polêmica no Oscar foi a vitória de Casey Affleck na categoria de Melhor Ator e nem é tanto pelo fato de muitos acreditarem que Denzel Washington e Ryan Gosling terem sido melhores e sim por Casey ter sido acusado de assédio sexual em 2010 quando dirigia um documentário. Se sua indicação já foi polêmica, sua vitória deixou muita gente revoltada.

Mesmo com todo o humor ácido de Jimmy Kimmel nos comentários sobre Donald Trump e a “bela” obra que ele vem fazendo nesse pouco tempo como presidente dos EUA, a maior piada do Oscar 2017 ficou por conta da Academia com um erro grotesco na hora do principal prêmio da noite, o de Melhor Filme.

Após Warren Beatty e Faye Dunaway anunciarem a vitória de La La Land como o melhor filme do ano, a Academia percebe que errou e que, na verdade, o prêmio seria para Moonlight. Na verdade, ninguém ainda sabe como os envelopes foram trocados e se realmente foi um erro ou se foi só alguém querendo “testar o ibope”. Nem precisa dizer como o clima ficou horrível no palco no momento que isso foi anunciado. Por mais que a equipe de Moonlight tenha ficado feliz com o prêmio, não há como negar que até eles ficaram sem jeito com a situação, mas o pior disso tudo foi a maneira ríspida como isso foi resolvido. 

A gafe demonstrou um descuido e uma falta de organização vergonhosa para a Academia, mas poderia ter tido uma proporção bem menor caso Warren e Faye pedissem desculpas e dissessem que acreditavam que o envelope estava errado ao invés de anunciar sem ter certeza do que estava acontecendo. A Academia se pronunciou sobre esse erro pedindo desculpas aos envolvidos: 

Nós sinceramente pedimos desculpas para as equipes de Moonlight e La La Land, Warren Beatty, Faye Dunaway e os espectadores do Oscar pelo erro cometido durante o anúncio de Melhor Filme. O envelope com a categoria errada foi entregue para os apresentadores e, quando descoberto, foi corrigido imediatamente. Atualmente, estamos investigando como isso aconteceu e estamos profundamente arrependidos pelo fato. Nós apreciamos a graça como os indicados, a Academia, a ABC e [o apresentador] Jimmy Kimmel lidaram com a situação.” 

Saudades de quando o maior mico da noite era a Jennifer Lawrence caindo e mantendo o bom humor.

Outro erro que ainda não foi comentado (pela Academia) foi a imagem de uma mulher viva no Memorial dos profissionais que faleceram em 2016-2017. Já achei uma falta de consideração terem deixado de colocar Bill Paxton no vídeo, que havia morrido no dia anterior (acredito que dava sim para adicionar o ator naquela lista) sendo lembrado apenas pela menção emocionada de Jennifer Aniston, agora colocar a foto da produtora Jan Chapman como se ela fosse a figurinista Janet Patterson foi um descuido tremendo. Chapman mandou um e-mail para a Variety falando sobre a confusão: 

Eu fiquei arrasada com o uso da minha imagem no lugar da minha grande amiga e colaboradora de longa data, Janet Patterson. Eu falei com a agência dela com urgência para checar qualquer foto que pudesse ser usada e eles me disseram que a Academia tinha tudo sob controle. (…) Estou viva, bem e uma produtora ativa.” 

Para não dizer que a Academia só cometeu erros, uma escolha que eu achei interessante esse ano foram os depoimentos dos próprios artistas falando de sua admiração por outros grandes nomes de Hollywood e o encontro deles no palco. Acredito que o mais incrível foi de Seth Rogan e Michael J. Fox. Dava para ver nos olhos do Rogan o quanto ele estava emocionado e empolgado com tudo aquilo. Quem não ficaria chegando “do futuro” no Oscar com o DeLorean e usando aquele par de tênis, não é?

Apesar dessas coisas serem as que vão ficar marcadas nessa 89º cerimônia da premiação, não podemos esquecer dos bons momentos como a homenagem à Katherine Johnson, a única mulher que ainda está viva das três que inspiraram o filme Estrelas Além do Tempo, e o grande tour bem inusitado que levou um grupo de pessoas comuns ao teatro Dolby bem no meio da premiação: a (melhor) reação da senhora que desde que entrou no teatro até o final do tour estava sem acreditar que aquilo estava acontecendo e ainda por cima foi a noiva de um casamento realizado por ninguém mais, ninguém menos que Denzel Washington e Mahershala Ali que foi um poço de simpatia emprestando sua estatueta para Gary, de Chicago, e ainda tirando uma selfie com o cara. Esses encontros foram incríveis. 

Confira agora todos os vencedores da noite:

Melhor Filme


A Chegada
Até o Último Homem
Estrelas Além do Tempo
Lion: Uma Jornada para Casa
Moonlight: Sob a Luz do Luar
Um Limite Entre Nós
A Qualquer Custo
La La Land: Cantando Estações
Manchester à Beira-Mar

Melhor Diretor


Denis Villeneuve - A Chegada
Mel Gibson - Até o Último Homem
Damien Chazelle - La La Land: Cantando Estações
Kenneth Lonergan - Manchester à Beira-Mar
Barry Jenkins - Moonlight: Sob a Luz do Luar

Melhor Atriz


Isabelle Huppert - Elle
Ruth Negga - Loving
Natalie Portman - Jackie
Emma Stone - La La Land: Cantando Estações
Meryl Streep - Florence: Quem é Essa Mulher?

Melhor Ator


Casey Affleck - Manchester à Beira-Mar
Andrew Garfield - Até o Último Homem
Ryan Gosling - La La Land: Cantando Estações
Viggo Mortensen - Capitão Fantástico
Denzel Washington - Um Limite Entre Nós

Melhor Ator Coadjuvante


Mahershala Ali - Moonlight: Sob a Luz do Luar
Jeff Bridges - A Qualquer Custo
Lucas Hedges - Manchester à Beira-Mar
Dev Patel - Lion: Uma Jornada para Casa
Michael Shannon - Animais Noturnos


Melhor Atriz Coadjuvante


Viola Davis - Um Limite Entre Nós
Naomie Haris - Moonlight: Sob a Luz do Luar
Nicole Kidman - Lion: Uma Jornada para Casa
Octavia Spencer - Estrelas Além do Tempo
Michelle Williams - Manchester à Beira-Mar

Melhor Roteiro Original


Taylor Sheridan - A Qualquer Custo
Damien Chazelle - La La Land: Cantando Estações
Yorgos Lanthimos e Efthimis Filippou - The Lobster
Kenneth Lonergan - Manchester à Beira-Mar
Mike Mills - 20th Century Women

Melhor Roteiro Adaptado


Eric Heisserer - A Chegada
August Wilson - Um Limite Entre Nós
Allison Schroeder e Theodore Melfi - Estrelas Além do Tempo
Luke Davis - Lion: Uma Jornada para Casa
Barry Jenkins e Tarell Alvin McCraney - Moonlight: Sob a Luz do Luar

Melhor Animação


Kubo e as Cordas Mágicas
Moana: Um Mar de Aventuras
Minha Vida de Abobrinha
A Tartaruga Vermelha
Zootopia: Essa Cidade é o Bicho

Melhor Documentário em Curta-Metragem


Extremis
4.1 Miles
Joe's Violin
Watani: My Homeland
Os Capacetes Brancos

Melhor Documentário em Longa-Metragem


Fogo no Mar
Eu Não Sou Seu Negro
Life, Animated
O.J.: Made in America
13ª Emenda

Melhor Longa Estrangeiro


Terra de Minas (Dinamarca)
A Man Called Ove (Suécia)
O Apartamento (Irã)
Tanna (Austrália)
Toni Erdmann (Alemanha)


Melhor Curta-Metragem


Ennemis Intérieurs
La Femme et le TGV
Silent Nights
Sing
Timecode


Melhor Curta em Animação


Blind Vaysha
Borrewed Time
Pear Cider and Cigarettes
Pearl
Piper

Melhor Canção Original


"Audition (The Fools Who Dream)" | Música de Justin Hurwitz, canção de Benj Pasek e Justin Paul - La La Land: Cantando Estações
"Can't Stop the Feeling" | Música e canção de Justin Timberlake, Max Martin e Karl Johan Schuster - Trolls
"City of Stars" | Música de Justin Hurwitz, canção de Benj Pasek e Justin Paul - La La Land: Cantando Estações
"The Empty Chair" | Música e canção de J. Ralph e Sting - Jim: The James Foley Story
"How Far I'll Go" | Música e canção de Lin-Manuel Miranda - Moana: Um Mar de Aventuras

Melhor Fotografia


Bradford Young - A Chegada
Linus Sandgren - La La Land: Cantando Estações
Greig Fraser - Lion: Uma Jornada para Casa
James Laxton - Moonlight: Sob a Luz do Luar
Rodrigo Prieto - Silêncio


Melhor Figurino


Joanna Johnston - Aliados
Colleen Atwood - Animais Fantásticos e Onde Habitam
Consolata Boyle - Florence: Quem é Essa Mulher?
Madeline Fontaine - Jackie
Mary Zophres - La La Land: Cantando Estações

Melhor Maquiagem e Cabelo


Eva Von Bahr e Love Larson - A Man Called Ove
Joel Harlow e Richard Alonzo - Star Trek: Sem Fronteiras
Alessandro Bertolazzi, Giorgio Gregorini e Christopher Nelson - Esquadrão Suicida

Melhor Mixagem de Som


Bernard Gariépy Strobl e Claude La Haye - A Chegada
Kevin O'Connell, Andy Wright, Robert Mckenzie e Peter Grace - Até o Último Homem
Andy Nelson, Ai-Ling Lee e Steve A. Morrow - La La Land: Cantando Estações
David Parker, Christopher Scarabosio e Stuart Wilson - Rogue One: Uma História Star Wars
Greg P. Russell, Gary Summers, Jeffrey J. Haboush e Mac Ruth - 13 Horas: Os Soldados Secretos de Benghazi

Melhor Edição de Som


Sylvain Bellemare - A Chegada
Wylie Stateman e Renée Tondelli - Horizonte Profundo: Desastre no Golfo
Robert Mackenzie e Andy Wright - Até o Último Homem
Ai-Ling Lee e Mildred Iatrou Morgan - La La Land: Cantando Estações
Alan Robert Murray e Bub Asman - Sully: O Herói do Rio Hudson


Melhores Efeitos Visuais


Craig Hammack, Jason Snell, Jason Billington e Burt Dalton - Horizonte Profundo: Desastre no Golfo
Stephane Ceretti, Richard Bluff, Vincent Cirelli e Paul Corbould - Doutor Estranho
Robert Legato, Adam Valdez, Andrew R. Jones e Dan Lemmon - Mogli: O Menino Lobo
Steve Emerson, Oliver Jones, Brian McLean e Brad Schiff - Kubo e as Cordas Mágicas
John Knoll, Mohen Leo, Hal Hickel e Neil Corbould - Rogue One: Uma História Star Wars

Melhor Design de Produção

Patrice Vermette (design de produção) e Paul Hotte (decoração de set) - A Chegada
Stuart Craig (design de produção) e Anna Pinnock (decoração de set) - Animais Fantásticos e Onde Habitam
Jess Gonchor (design de produção) e Nancy Haigh (decoração de set) - Ave, César!
David Wasco (design de produção) e Sandy Reynolds-Wasco (decoração de set) - La La Land: Cantando Estações
Guy Hendrix Dyas (design de produção) e Gene Serdena (decoração de set) - Passageiros


Melhor Montagem


Joe Walker - A Chegada
John Gilbert - Até o Último Homem
Jake Roberts - A Qualquer Custo
Tom Cross - La La Land: Cantando Estações
Nat Sanders e Joi McMillon - Moonlight: Sob a Luz do Luar

Melhor Trilha Sonora


Mica Levi - Jackie
Justin Hurwitz - La La Land: Cantando Estações
Dustin O'Halloran e Hauschka - Lion: Uma Jornada para Casa
Nicholas Britell - Moonlight: Sob a Luz do Luar
Thomas Newman - Passageiros



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.