Legion: Chapter 2


Legion chegou para desgraçar a cabeça dos espectadores tanto quanto David acredita ser desgraçado da cabeça. Essa é a única certeza que nós temos depois desse segundo episódio.

O que a série vem mostrando é uma tentativa (a qual eu acredito estar tendo bastante sucesso) de fazer com que quem está assistindo não se sinta só dentro da história, como também se sinta da mesma forma que David se sente. Estamos descobrindo tudo com ele e com a visão dele dos acontecimentos. Tudo bem que ainda não conseguimos concluir muita coisa nessa linha do tempo louca que está sendo Legion, mas recebemos respostas o suficiente para nos deixar intrigados com as novas peças do quebra cabeça que nos foi dado.

Estamos vendo com mais frequência aquele ser macabro que parece uma batata gigante do mal. Fiquei muito feliz em ver que teremos mais Lenny na série, mesmo que seja nas memórias e na cabeça de David. Presenciamos aquele momento sinistro, que creio que foi uma das coisas que mais chamaram atenção no episódio, do pai do David contando aquela história mais do que sombria pro menino dormir quando era criança... Gente, aquele não era o Xavier, né? Tivemos mais Syd e David, cujo "namoro mental" eu tenho que mencionar que eu estou adorando acompanhar. Está bem interessante ver como eles se ajudam e se gostam mesmo sem poder se tocar.

No "Chapter 2", vimos um pouco mais de Ptonomy Wallace e seu poder que o fez ficar conhecido como o Artista da Memória. Foi graças a ele que descobrimos tanta coisa sobre o passado de David e parece que essas sessões irão permanecer até que o mutante descubra as origens e tudo mais o que seus poderes realmente podem fazer. Melanie tem se mostrado uma boa mentora e até ela parece se surpreender com David, como na cena em que ele estava na máquina de ressonância e teve visões de sua irmã. Seu poder foi tão forte que ele foi capaz de expelir a máquina para fora do recinto! 

Pensando bem, desde o começo dessa cena onde David fazia todos aqueles exames, que eu senti uma grande carga emocional, sempre que Cary pedia que ele pensasse em alguém que ele amasse e ele via sua irmã. Então foi bem tenso e emocionante vê-lo se dar conta de que realmente estava vendo a Amy e sem poder fazer nada para ajudá-la. Como se não bastasse vê-la no desespero de encontrá-lo enquanto a secretária insistia em dizer que não havia registro nenhum, ela ainda foi pega pelo Olho.

O episódio chegou em seu momento final mostrando David tentando ir atrás de Amy e sendo impedido por Syd com o argumento mais sensato: o que ele poderia fazer para ajudar se ainda não entende seus poderes e nem sabe do que é capaz ainda? Fiquei com a sensação de que a partir do próximo episódio veremos ele mais focado em entender e aprender o necessário para desenvolver e controlar seus poderes, tudo em nome de sua irmã, tendo em mente conseguir salvá-la. Eu só espero que ele não demore muito porque eu fiquei com a ligeira impressão de que ela ainda vai sofrer muito nas mãos do Olho.



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.