Supergirl: The Martian Chronicals


Teve gente comemorando de um certo personagem que não apareceu nesse episódio e eu vou confessar uma coisa: não me dei conta até ler os comentários na internet. Isso só prova o quanto a série pode seguir bem sem James Olsen. Mas vamos falar sobre o que teve no episódio.

Tivemos uma cena tensa que nos deixou sem piscar, um momento que foi quando Armek se infiltrou na DEO na pele de M'gann. Foi muito insano quando a verdadeira marciana chega e todos ficam sem entender nada até se darem conta do que estava acontecendo. É aquele tipo de coisa que acontece em frações de segundos, mas se passam milhões de coisas na sua mente. Como se não bastasse, o cara poderia se transformar em qualquer um que estava ali e isso causou um estresse perturbador quando decidiram trancar tudo até que encontrassem Armek. Acho que nem a gente sabia quem poderia ser o substituído até o momento da revelação. E certamente ninguém nem esperava que além do Winn, a Alex também havia sido substituída. Foi uma sequência de cenas que eu me diverti muito assistindo.

Agora, partindo para a parte pessoal do episódio, eu não sei se quero proteger a Kara num potinho ou dar três tapas na cara dela para ela acordar. Fiquei comovida com o medo dela de perder a Alex e a cena em que as irmãs colocam esses sentimentos para fora e se resolvem foi lindo de assistir, mas ver a Kara arrependida por ter dado um fora em mais um cara na série foi frustrante. O que custa ela dar uma chance para quem ela se interessa? Miga, acorda!

Tivemos o Winn que não se cansa de ser o melhor personagem. Não tem uma cena com ele que eu não me divirta ou não dê risada. Tivemos a Maggie mostrando que já conhece dona Alex Danvers muito bem e sendo a melhor namorada compreensiva de todas. Acho que esses dois personagens poderiam ter mais espaço na série.

No próximo episódio teremos as mulheres Luthor de volta e também será o especial de Valentine's Day! Estão ansiosos?



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.