Criminal Minds: In the Dark


Se fazer algo dormindo e não saber que fez já é complicado, imagina descobrir que enquanto você dormia se tornava um serial killer. O episódio “In the Dark” nos trouxe a história de um homem que sofria vários tipos de violência do pai quando era criança e cresceu sendo afetado por isso.

Após a morte do pai, Trey Gordon surtou e começou a matar homens que lembravam seu pai. Normalmente eles reuniam quatro características: caçadores, bêbados, violentos e que não eram muito queridos por outros moradores da cidade. Ele era muito cuidadoso e não deixava pistas de seus crimes. Porém, o que Trey não sabia é que quando ele dormia, ele saía de casa e ia até os locais onde ele havia sofrido algum abuso quando criança e matava quem estivesse lá, independente se a pessoa era inocente ou não e, nesses ataques, ele não se preocupava com a discrição.

Assistindo a esse episódio você fica se perguntando: “será que eu realmente durmo quando me deito? Porque será que estou acordando tão cansado?”. Para quê ser normal, né? Se você pode assistir Criminal Minds e ficar todo neurótico. Apesar de ter sido uma motivação que já vimos outras vezes na série, bem comum até por sinal, a maneira como ela foi contada e o sonambulismo deixaram o episódio muito mais interessante. 

Também tivemos mais um capítulo da saga do Reid na prisão. Já quero começar dizendo que a Garcia reagiu bem melhor do que eu imaginava. Achei que ela faria um escândalo quando soubesse que Reid havia apanhado lá dentro.

Uma coisa tem que ser dita, Luke Alvez foi a melhor pessoa desse episódio. A maneira como ele falou com Shaw na prisão foi sensacional. Mesmo depois de ser desprezado tendo que ouvir que tinha o cérebro mais lento da equipe e que não conseguiria nada, mostrou aos poucos do que era capaz e fez com que o ex-agente não tivesse alternativa a não ser proteger Reid. Eu adorei todo esse diálogo. Sem contar que no final, pela primeira vez, ele ainda conseguiu ver a Garcia o chamando pelo nome. Se bem que eu gostava quando ela o chamava de novato. E aí, pessoal, o que vocês acharam? Como vai se desenvolver a história do Reid na prisão? Deixem suas opiniões nos comentários.



Tecnologia do Blogger.