The Flash | Duet (2)


Cancela o resto da temporada e me dá tudo em crossover musical! Há muito tempo se falava nesse encontro que colocaria Melissa Benoist (Supergirl) e Grant Gustin (Flash) juntos em um musical. No começo eu ficava pensando como eles fariam isso, já que como é comentado no episódio, nos musicais as pessoas começam a cantar do nada e depois seguem em frente como se nada tivesse acontecido. É algo que a primeira impressão diz que não funcionaria, mas que belo presente foi dado aos fãs da série! Com um roteiro bem amarrado e leve, as duas séries tiveram um momento de respiro que há tempos vem precisando. Há quanto tempo não vemos Kara e Barry com um sorriso no rosto por mais de dez segundos antes que algo dê errado? Tanto Supergirl quanto Flash estão vindo em arcos um pouco maçantes e os dois personagens estavam numa crise amorosa que imagino que ninguém mais suportava.

Music Meister é um vilão original da galeria do Batman, só que sua origem não foi nos quadrinhos e sim numa série animada e até hoje não teve sua real identidade revelada. Ele foi um bom personagem que serviu para representar muito do que os fãs andam pensando das séries, algo como “Dá para vocês pararem de ser arrogantes e começar a aceitar ajuda? Não é porque vocês são heróis que às vezes não precisam ser salvos”. Apesar de ter tido pouco tempo de tela, Music Meister conseguiu marcar sua participação nesse crossover.

O episódio foi uma reunião de antigos participantes do seriado Glee, não só os dois protagonistas já haviam feito parte do seriado musical, como também o ator Darren Criss que interpretou o Music Meister. Só nisso já teríamos três bons cantores no episódio, sem contar que a participação de Victor Garber (Dr. Martin Stein) já havia sido confirmada. Ainda tínhamos Jesse L. Martin (Joe West) que, para quem se lembra do episódio que Barry vai para Terra, lá Joe era um cantor e mandava muito bem. As surpresas ficaram por conta de John Barrowman (Malcom Merlyn) que, apesar de ser um grande cantor, eu não esperava a sua participação, já que ele é o único que não fazia parte originalmente nem do elenco de The Flash e nem de Supergirl. E os dois alívios cômicos, Carlos Valdes (Cisco Ramon) e Jeremy Jordan (Winn Schott), que em momento algum eu imaginei que o primeiro encontro entre eles seria em um musical com os dois cantando tão bem e não gostando um do outro.

Em muitos momentos eu via na tela Grant e Melissa se divertindo e isso me divertiu junto com eles. Eu sei que muita gente acredita que os heróis têm que ser levados mais a sério, com histórias densas, mas vamos concordar que não é com todos que essa premissa combina. Para Flash e Supergirl eu prefiro muito mais esses episódios divertidos. O único problema é que os roteiristas parecem pensar que um episódio divertido precisa ser bobo e Duet nos provou que não é bem assim!



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.