The Magicians: The Rattening


Podemos dizer que a participação que mais se destacou nesse episódio foi a da Anciã, né? Acredito que todo mundo estava ansioso para ver um dragão na série (e o quanto eles estavam podendo pagar para fazer uma coisa maneira). Além da cena ter sido incrível e bem feita, a Anciã se mostrou o dragão com muita personalidade. Aquele senso de humor irônico me fez querer ver muito mais dela do que aqueles poucos minutos iniciais. E sabem de uma curiosidade bem bacana que todo bom whovian vai gostar de saber? Quem dublou a Anciã foi a atriz Ingrid Oliver, ninguém menos que a Osgood de Doctor Who!

Depois de uma sequência de episódios que não me agradaram tanto, esse foi um em que eu me vi empolgada em assistir. Julia e Quentin chegando no Mundo Inferior foi bem interessante e ainda consegui me divertir com o reencontro no boliche. Quem não deu risada (e sentiu dó) do Quentin comemorando um strike que todo mundo consegue assim que chegam lá? 

Foi diferente ver a cara do Richard como ele mesmo, amigável, ao invés do tenebroso Reynard. E falando nisso, que bizarro descobrir que a Nossa Senhora do Desterro, na verdade, era a Perséfone. Isso abriu um parêntese muito interessante na série, mostrando que Reynard é (ou era) apaixonado por Perséfone e sente um tipo de rancor bem forte por ela. Isso certamente é o pontapé inicial para o motivo pelo qual ele se infiltra no meio dos fiéis. Eu não vejo a hora de se aprofundarem nessa parte da história.

Mas voltando à Julia e Quentin, eles conseguiram armar um plano para descobrir onde estavam os espectros e finalmente chegaram lá. Foi bem comovente o encontro do Q com o espectro da Alice. Eu ainda espero vê-la de novo na série, mas não como uma niffin e sim como a boa e velha Alice Quinn.

Desde o começo eu estava com um pé atrás nas intenções da Julia nisso tudo. Algo ainda me diz que tem uma coisa muito errada aí. Depois de todo esse trabalho, encontraram o espectro da Julia e as duas ficaram a sós. Não sabemos o que aconteceu entre elas, só vemos no momento seguinte que a Julia, com toda sua boa intenção (será?) resolveu “sacrificar” seu espectro pelo da Alice. Aparentemente ela fez isso pelo seu melhor amigo, mas só eu estou achando toda essa situação estranha?

A grande questão é: se eles já não podiam tirar qualquer espectro de lá e estava saindo com um do mesmo jeito, qual era o problema em sair com dois espectros? Faltam apenas dois episódios para o final da temporada e ainda temos algumas perguntas importantes para serem respondidas. Ainda não sabemos se Penny vai conseguir entrar na Sala Proibida, se Kady e Julia conseguirão matar o Reynard (agora com a ajuda do Senador Gaines) e como ficará a situação de Fillory. Vocês tem alguma teoria?




Tecnologia do Blogger.