Primeiras Impressões: Taboo

 

Estrelada e produzida por Tom Hardy, Taboo é um drama obscuro criado pela BBC e lançado em janeiro de 2017. Já tendo sua primeira temporada completamente exibida com 8 episódios, a série foi renovada para uma segunda temporada, mas ainda sem data de retorno definida. A história se passa em Londres no século 19 e conta a história de James Keziah Delaney que retorna a cidade com o intento de reconstruir os negócios de seu falecido pai, assim como para vingar sua morte envolta em mistérios.

No seu primeiro episódio, Taboo nos entrega um protagonista recém-chegado a Londres após anos desaparecido, mas não ignorante quanto a situação. Sua primeira aparição em público acontece no funeral de seu pai, chocando a todos os presentes (there walks a dead man) de forma a mostrar que está ciente do que se passa. É construído ao longo do episódio um passado selvagem e brutal para o recém-chegado através de rumores contados entre os homens que anseiam por sua herança, assim como pelo próprio, que afirma sua falta de sanidade, selvageria e disposição a fazer o que for preciso para conquistar seus objetivos. Pelo tempo gasto para a construção dessa imagem de James Delaney podemos esperar cenas de ação e brutalidade ao longo da temporada, assim como misticismo. Ainda é cedo para dizer, mas este provavelmente será um personagem daqueles que gostamos de assistir, mas sem carisma o suficiente para nos fazer nos afeiçoar a ele.

A trama de Taboo parece girar em torno de uma propriedade chamada Nootka Sound, adquirida pelo falecido Horace Delaney décadas antes e que há anos é desejada pela companhia das índias orientais (não, Lord Beckett não aparece) e que foi negociada com a meia-irmã de nosso protagonista, a Zilpha Geary. No entanto, o testamento deixa James como único herdeiro, forçando uma negociação entre ele e seus possíveis inimigos, juntando isso a outras informações entregues pelo episódio, podemos esperar que além das cenas de ação brutais, a série se focará em negócios, na tentativa do personagem de Tom Hardy reconstruir a companhia de seu pai e no choque de interesses com a companhia das índias orientais.

O episódio tem sucesso em atrair o espectador para conhecer mais da história, principalmente sobre o sombrio passado do jovem Delaney na África, se é que ele realmente estava lá. Os delírios do protagonista com mortos e uma mulher que parece uma bruxa ajudam bastante em aumentar essa curiosidade. No entanto, o episódio fracassa nesse mesmo aspecto quanto a quem matou seu pai (parece meio óbvio, mas nunca se sabe) e em sua relação com sua irmã que parece meio evidente num mundo pós Game of Thrones. 

Em suma, Taboo parece ser uma série sobre negócios, mas recheada de violência e insanidade, a qual continuarei a assistir e espero ansiosamente que realmente haja uma maior exploração do passado de James Keziah Delaney. Acredito que fãs de séries como Black Sails deveriam dar uma checada nessa série.



Tecnologia do Blogger.