Gotham: Pretty Hate Machine


Com o fim de sua terceira temporada e já com a quarta confirmada, Gotham nos apresenta mais um ótimo episódio e foge dos clichês de “o herói salva o dia” no último momento. Pode ser que isso até aconteça nos episódios finais, mas isso vai ter um preço e certamente não será barato.

Lee realmente decidiu se entregar ao seu lado mais trevoso e foi atrás de Jim “eu só me frodo” Gordon tentando fazer justiça pela morte de Mario. E ela conseguiu dar trabalho à DCPG como qualquer outro vilão que já tenha aparecido e com um requinte de crueldade ela conseguiu o que queria. 

Foi nesse ponto que a série me surpreendeu. Eu imaginava que no último momento Harvey ou um dos cachorros encontraria o local onde Jim estava enterrado e o salvaria, mas que bela surpresa foi ver que para se salvar, Jim realmente precisou aplicar o vírus da Alice. Se o Lucius não aparecer com o antivírus nos próximos episódios, nosso Jimbo vai começar a ter uma vida bem complicada (como se já não fosse o suficiente).

Posso estar enganado, mas pelo menos não lembro de termos nenhum outro Alfred tão porradeiro como esse que estamos vendo em Gotham. Que sensacional e efetivo foi aquele interrogatório que ele fez com o Dr. Strange!

E, no fim dessa jornada, ele conseguiu encontrar seu patrão Bruce, que estava totalmente sob controle do Shaman (descobri o nome graças ao IMDB). Todo o tempo em que estava acompanhando a saga do Jovem Bruce, acreditei que ele estava fazendo aquilo para tentar descobrir mais sobre a morte dos seus pais, mas pelo que mostrou no final do episódio ele estava totalmente quebrado, e já não conseguia decidir nada sozinho. Foi aí que a série conseguiu me surpreender novamente. Depois do sacrifício do Gordon para fugir e ir atrás da bomba, imaginei que ele conseguiria desarmá-la, mas como em Gotham tudo tende a ficar pior, a bomba explodiu liberando o vírus pela cidade.

Por fim, não poderíamos esquecer da principal aparição do episódio: Fish “Badass” Mooney, que chegou no meio da reunião da criançada que brinca de ser bandido, pega o Pinguim e vai embora com a maior tranquilidade do mundo. Se a Fish realmente voltar, vai ficar difícil para Barbara conquistar seu posto de rainha de Gotham.

Agora resta esperar pelos dois últimos episódios e ver o desfecho desse arco.



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.