Game of Thrones: Stormborn


Chegamos ao corrido, porém bom segundo episódio de Game of Thrones. Como a série está chegando ao seu final, essa temporada está agilizando bem as coisas sem dar muito tempo para missões alternativas dos personagens. Temos mensagens chegando no mesmo episódio e às vezes até mesmo as viagens. Por um lado, é bom que não tem enrolação, mas também pode acabar deixando passar momentos que daria para desenvolver melhor a história.

Daenerys

Vamos começar pela alteza de muitos nomes, Daenerys, que teve aquele excelente diálogo com Varys. A cada acusação ou resposta, um deles ganhava minha torcida. Daenerys está mais do que certa em questionar a lealdade de Varys. Enquanto isso, Varys se saía muito bem em suas respostas. Esse foi sem sombra de dúvida um diálogo digno de Game of Thrones, mas melhor do que o diálogo era a cara do Tyrion pensando “isso vai dar merda se eu não os convencer a parar” e falhando miseravelmente na tentativa.

O que o anão não conseguiu fazer entre a conversa amigável de sua rainha e seu amigo, compensou no momento da reunião militar, onde todos ali tinham como única meta a vingança, alguns querendo a cabeça da Cersei, outros do Euron, e a Daenerys não passa de um meio para eles conseguirem isso.

Missandei e Verme Cinzento

Foi uma cena bonitinha entre os dois, mostrando que independente de como as pessoas são elas vão encontrar um jeito de se amar e ficarem juntas. Bem, isso seria a mensagem em um seriado normal, mas como o assunto é Game of Thrones ficou mais com cara de “está chegando a hora de morrer, Verme Cinzento”. Poderia ser até a Missandei a dizer adeus à série, mas por se tratar de um soldado que está nas frentes de batalha e, pelo diálogo, está com cara de ser o Verme mesmo.

Melisandre

E a sacerdotisa mais perdida dos sete reinos chegou até Pedra do Dragão querendo se unir a Daenerys. E os eventos mudaram a Melisandre. Vemos uma pessoa que ainda tem suas crenças, só que agora mais comedida. E se no episódio passado Sam havia dado um motivo para o Jon ir atrás da Daenerys, agora foi a vez de Melisandre dar um motivo para Daenerys querer encontrar Jon. O discurso do Tyrion em defesa do bastardo também foi muito bom, assim como a carta que ele escreveu. O negócio do Tyrion é falar, então, por favor, roteiristas, coloquem mais falas para esse anão genial brilhar. 

Jon Snow

Já falando no nosso Rei Bastardo sem expressão, o Jon deu um belo upgrade no sistema de mensagens via corvos em Winterfell, pois as mensagens estão chegando bem rápido.

Mais uma vez, Jon e Sansa discutiram na frente dos lordes de Winterfell, mas dessa vez Sansa teve apoio de todos, inclusive da grande defensora do Jon, Lyanna Mormond. Todos acharam uma péssima ideia ir até Daenerys, só que Jon deixou bem claro que ele não pediu para ser rei. E para acalmar o ânimo de todos, inclusive o da irmã, Jon deixou Sansa como a Senhora de Winterfell, o que foi bem maneiro. Só que eu ainda tenho medo que o Mindinho consiga convencê-la a fazer alguma merda.

Estou curioso para ver esse encontro entre Jon e Daenerys, ela querendo que o Norte lute por ela contra Cersei e ele indo pedir ajuda contra o Rei da Noite.

Sam

Das duas, uma: ou o Sam sai como Mega Hyper Super Foda Gran Meistre ou sai decapitado da cidadela, porque ele só está quebrando as regras do lugar pegando livros que não pode, tentando curar o que não deve. Estou gostando desse Sam com atitude, mas também estou com medo pelo futuro do personagem. E não sei porque decidiram que toda cena dele tem que ter algo nojento. Aquela transição do pus da escamagris do Sir Jorah para a torta na cena da Arya me fez dar graças a deus por não estar comendo na hora.

Arya

A Arya junto com o Tyrion são os meus personagens favoritos na série e, por mais que eu queira ver ela se vingando da Cersei, fiquei muito feliz no momento em que ela descobriu como as coisas estavam no Norte e decidiu voltar a Winterfell. 

Parando para pensar, os Starks estão bem poderosos. A Arya pode mudar a aparência, o Jon já voltou dos mortos e o Bran pode viajar no tempo. Agora só falta a Sansa ganhar uma habilidade e teremos os X-men de Westeros.

Euron e a Batalha no Mar

Todos já esperávamos uma batalha no mar nessa temporada, mas o que não imaginávamos é que ela aconteceria tão cedo e seria tão unilateral. Mas vamos dar destaque para Euron na batalha contra o Team Daenerys. Toda aquela confiança que ele vinha mostrando até agora se provou verdadeira. O cara apanhou muito de vários tipos de ataques diferentes e ainda assim continuava em pé com um sorriso psicótico no rosto. Eu falei no primeiro texto sobre essa temporada que eu não gostava do Euron, mas esse episódio me fez mudar de opinião.

Agora o que dizer das ações de Theon na batalha? Tudo bem que tudo o que ele viu ali disparou um gatilho emocional e fez ele lembrar do quanto sofreu ao ser torturado por Ramsay e deve ser horrível esse trauma, mas o personagem sempre foi um covarde. Então qual será o tipo de medo que fez ele fugir dali e abandonar a irmã? Bom, deixem nos comentários o que vocês acharam do episódio. Estou ansioso para saber as opiniões de vocês.

 E aí? Curtiu? Então ajude o nosso site! Seja nosso padrinho/madrinha
Afinal, nem todo herói precisa de superpoderes, basta ter um coração generoso...



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.