Jukebox: Asian Kung Fu Generation


Finalmente chegou a vez de Asian Kung Fu Generation aqui no Jukebox. E já começa a bater aquele calorzinho no peito, mas não apenas pela nostalgia por ter sido a primeira banda de J-rock que eu gostei, mas sim porque eles continuam até hoje fazendo músicas de qualidade e mantendo aquela identidade de quando eu conheci a banda.

Haruka Kanata

Já vamos começar com aquela que talvez seja a mais icônica música da banda e acredito que deve ser a primeira de muitas: Haruka Kanata. Seu começo no contra-baixo é tão marcante e já mostra a energia com que a música vai vir. Pode até ser uma opinião pessoal, mas acredito que essa música desperta em todo mundo aquela sensação de “vamos lá, você consegue!”.



 Kimi to iu hana - A Flower Named You

Tem uma pessoa desse site que eu não vou dizer quem é (Hellen) que toda vez que falamos sobre música japonesa e eu mostro Kimi to iu hana, ela sempre fala “você já me mostrou essa música”, mas vamos concordar, pessoal, essa música é sensacional só por ela, aí se você for ver o clipe então...

No clipe tem um duende vestido de verde e amarelo em um cais dançando e depois ainda temos os integrantes da banda acompanhando o duende. Isso é aquele tipo de coisa que é tão tosca, mas tão tosca, que acaba virando nonsense e no final você acha genial. Confere o clipe aí:



Loop&Loop

Ah, essa música é sensacional! Ela nos shows da banda era uma das que mais levantava o público. O clipe em si não é nenhuma superprodução, mas a ideia dela é tão legal e simples que acaba conquistando, que é colocar o seu eu atual junto com o seu eu do tempo de escola fazendo coisas juntos, talvez explicando fique mais confuso do que realmente é, mas vendo o clipe você vai entender muito fácil:



Kouya Wo Aruke

Kouya Wo Aruke foi uma música que conheci há pouco tempo, mas mais uma vez a simplicidade dos clipes do Asian marca presença e, cara, isso deixa tão gostoso de acompanhar! Algumas pessoas podem considerar isso parado e até mesmo chato, mas pelo menos no meu caso é uma coisa que espero ver nos clipes deles. Não sei como eu reagiria se eles fizessem algo tipo From Yesterday do 30 Seconds to Mars.



Rewrite

Não tinha como deixar Rewrite de fora. Só que, ao invés da versão original, eu decidi pegar a versão mais nova que eles lançaram em dezembro de 2016. Isso foi uma coisa que vi em outras bandas japonesas, que é relançar alguns dos seus clipes que fizeram muito sucesso, só que mais bem produzido. É legal ver uma música que gostamos sendo tratada com carinho. 



Espero que tenham gostado desse Jukebox sobre essa banda tão especial para mim que é o Asian Kung Fu Generation.

 E aí? Curtiu? Então ajude o nosso site! Seja nosso padrinho/madrinha
Afinal, nem todo herói precisa de superpoderes, basta ter um coração generoso...



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.