Primeiras Impressões: Ballroom e Youkoso


Está aí um tipo de anime que eu nunca assisti: dança. Ballroom e Youkoso é justamente sobre essa temática e chamou muito a minha atenção, ainda mais que já tenho uma certa tendência de gostar de filmes sobre isso.

Confesso que estranhei um pouco a animação no começo, mas nada de forma negativa, eu só não estava acostumada a ver personagens de animes se movendo daquele jeito, mas depois de poucos minutos já consegui me adaptar e enxergar a beleza de como eles estavam retratando a dança.

O enredo principal já me fisgou por motivos de identificação. O personagem principal, Fujira Tatara, está no ensino médio e não faz a mínima ideia do que quer fazer da vida. A questão é que ele não tem nada que goste muito de fazer e nenhuma paixão para buscar conhecimento sobre, até que acidentalmente ele entra em uma aula experimental num estúdio de dança de salão.

A forma como ele se encontrou com a dança me fez lembrar um pouco da forma como o Ippo começou a praticar boxe em Hajime no Ippo (sei que os estilos são bem diferentes, mas foi exatamente igual). Tatara estava sendo intimidado por alguns garotos bem na porta do estúdio Ogasawara e foi salvo por Sengoku, um dançarino profissional de porte bem intimidador que colocou os valentões para correr sem grande esforço. Sengoku achou que Tatara estava lá pelas aulas e o arrastou para dentro, fazendo com que o menino assistisse a aula por completo.

O menino acabou se encantando pela dança do profissional e pediu para que o próprio o ensinasse a dançar. Tatara queria ser exatamente como Sengoku, que entendeu aquilo como uma certa afronta do menino que nem sabia o quanto era difícil se tornar um dançarino daquele porte. Então o dançarino lhe lançou um desafio e mandou que ele praticasse até que executasse o passo com perfeição, acreditando que Tatara desistiria antes de conseguir, mas o que acontece é que o menino passa uma noite inteira praticando até obter sucesso.

Incrédulo pela persistência e petulância do menino, Sengoku o aceita como aluno, apesar de toda a dificuldade envolvendo essa aprovação (coisa que se você quiser saber, terá de assistir). Tarara se mostrou dedicado e não tem vergonha de errar em suas tentativas, desde que ele consiga acertar no final. Já Sengoku se porta sempre como um cara durão, como se quisesse que todos ficassem intimidados por ele, mas ficou mais que na cara o quanto ele tem um bom coração (isso rende até umas cenas bem engraçadas).

Além desses dois personagens, também nos apresentaram Tsuburaya Tamaki, uma professora de dança, e Hanaoka Shizuku, uma menina do mesmo colégio de Tatara que ele descobriu ser uma das mais talentosas dançarinas daquele estúdio . As duas têm personalidades diferentes, mas ambas são bem carismáticas.

O episódio termina com Tatara feliz por finalmente ter encontrado algo que o conquistou e o fez amar a ponto de querer sempre aprender mais sobre aquilo. Está mais do que óbvio que começou ali uma trajetória para se tornar um grande dançarino.

Ballroom e Youkoso terá 24 episódios e vai ao ar todo domingo.

 E aí? Curtiu? Então ajude o nosso site! Seja nosso padrinho/madrinha
Afinal, nem todo herói precisa de superpoderes, basta ter um coração generoso...



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.