Primeiras Impressões: Jikan no Shihaisha


Uma lenda em que nas noites de lua cheia, embaixo de um relógio, ao badalar da meia noite, você pode desejar voltar no tempo que seu desejo se realiza. Agora imagine boatos de que essa lenda, na verdade, é real. Tentador, não é mesmo? Pensar que você pode voltar no tempo e consertar algum erro do passado. A Koyuki também pensou assim.

Koyuki é uma adolescente talentosa que perdeu seu irmão mais velho e ainda não superou tal perda e nem o pensamento de que isso foi culpa dela. Quando os boatos começaram a surgir no seu colégio, ela não pensou duas vezes em ir tirar a prova e desejar voltar no tempo em que seu irmão ainda estava vivo, só que no meio do caminho ela esbarra em Victor e Wu Putin.

Os Putin são conhecidos como Chronos Rulers. Eles lutam contra demônios que aparecem todas as vezes que alguém faz o desejo de voltar no tempo. Suas batalhas são focadas na manipulação do tempo para conseguir destruir o tal demônio, que não é tão fácil assim de ser derrotado.

Como toda boa dupla, temos o cara mais sério e aquele mais desprendido de tudo. Em Jikan no Shihaisha, Victor é o mais divertido e molecão, enquanto Wu é o responsável que tenta manter tudo em ordem enquanto o outro parece só querer bagunçar com tudo. Isso rende algumas cenas engraçadas, é claro, mas não dura muito tempo.

Quando Koyuki resolve se arriscar para valer em pedir para retornar para a época em que seu irmão ainda estava vivo, um demônio aparece e os Chronos Rulers entram em ação. Wu foi aquele que tentou impedir que Koyuki fizesse aquilo, pois sabia das consequências, e Victor foi o que incentivou a menina, pois sabia que ela não recuaria enquanto não visse com os próprios olhos.

Apesar de parecer irresponsável, Victor sabia muito bem o que estava fazendo e, enquanto batalhava com o demônio, sacrificando parte de si, Wu tentou explicar o que tinha de errado em pedir tal desejo: você voltaria no tempo sim, mas o demônio comeria todo o seu tempo e você iria rejuvenescendo rapidamente até voltar a ser um bebê e simplesmente sumir.

No final do episódio temos uma revelação e tanto sobre Victor e Wu, que até então eram retratados como irmãos. E a história foi tão fechadinha que não tenho certeza se Koyuki irá retornar nos próximos episódios, mas certamente é um anime que chamou minha atenção e continuarei assistindo.

O número de episódios dessa primeira temporada ainda não foi divulgado, mas Jikan no Shihaisha vai ao ar todos os sábados.

 E aí? Curtiu? Então ajude o nosso site! Seja nosso padrinho/madrinha
Afinal, nem todo herói precisa de superpoderes, basta ter um coração generoso...



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.