Primeiras Impressões: Made in Abyss


A primeira impressão que se tem sobre Made the Abyss é que ele simplesmente será um anime engraçadinho com personagens fofos, mas se você chegar até o segundo episódio verá que o anime é muito mais do que isso. 

Já começamos pelo conceito inicial do anime que mostra que surgiram vários abismos pelo mundo e a humanidade começou a explorá-los. Depois de muito tempo, o único que ainda não tinha sido totalmente explorado era o Abyss, que tem uma cidade construída em volta do enorme “buraco” e é onde se passa a trama.

Acompanhamos a história de Riko, uma garota que é filha da exploradora mais famosa da cidade em volta do abismo. Ela segue os passos de sua mãe para se tornar uma exploradora apito branco, que é considerado o grau mais alto entre os exploradores. E, junto com ela nessa aventura, temos algumas crianças do orfanato onde ela cresceu, que também são exploradores.

Em uma de suas aventuras no Abyss, Riko é atacada por uma enorme criatura e é salva por um menino robô que, aparentemente, surgiu do nada. Como agradecimento (e também por ser uma menina bem curiosa, diga-se de passagem), Riko leva o menino para o orfanato e o batiza de Regu, que se disfarça como uma criança perdida e passa a viver com ela, também aprendendo a ser um explorador. 

Exploração de cavernas, nesse caso de “abismos”, já é um tema bem diferente. Os traços e a paleta de cores é bem amigável, tornando o anime agradável de se acompanhar. A história parece ser interessante, sempre instigando a curiosidade pelo que está por vir. E o principal motivo é a Riko, uma personagem carismática e totalmente sem noção que está a todo tempo disposta a ignorar todas as regras. Ainda não vi todos os animes dessa temporada, mas já acredito que ela será um dos personagens destaques nessa Temporada de Verão.

Made in Abyss vai contar com 13 episódios e vai ao ar toda sexta-feira.

 E aí? Curtiu? Então ajude o nosso site! Seja nosso padrinho/madrinha
Afinal, nem todo herói precisa de superpoderes, basta ter um coração generoso...



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.