Crítica: Dirk Gently's Holistic Detective Agency - 1ª Temporada


Só queria dizer, antes de começar esse texto, que se por um acaso ele parecer estranho e sem sentido, não se preocupe, tudo está conectado. Com isso dito, vamos começar a falar dessa série que fez muitas pessoas relutantes em ver, acabar dando uma chance e pouco tempo depois já se apaixonando por ela. 

Para quem ainda não sabe, Dirk Gently é baseado em uma obra de Douglas Adams, porém a história da série não segue nenhum livro, apenas cita alguns casos de Dirk mais como uma referência para quem conhece a obra. 

Algo que me chamou atenção quando vi as divulgações da série era que no elenco tinha Elijah Wood, o Frodo de O Senhor dos Anéis e o Matt de Green Street Hooligans. Elijah é um ator que eu gosto bastante e ele estando em uma obra baseada em Douglas Adams tinha muito potencial, não que seria genial, mas certamente seria bem diferente.

Dirk (Samuel Barnett) inicialmente parece ser um louco todo atrapalhado que acha que é um detetive, mas não um detetive normal. E por que ele seria, não é mesmo? Dirk é um detetive holístico. Ele acredita que tudo está conectado, então sua maneira de resolver seus casos é perfeita para quem quer assistir uma série e se divertir.

Enquanto isso, temos Todd Brotzman (Elijah Wood) que no início parece ser o “fodido original” e conforme a história vai passando você tem certeza disso. Só que ele não é só um personagem qualquer. O que vai sendo apresentado dele no decorrer da história o faz se tornar um personagem interessantíssimo, que mesmo você sabendo de todos os erros que ele cometeu, você torce por ele.

Amanda Brotzman (Hannah Marks) é irmã de Todd e que desesperadora é a sua situação. Amanda sofre de uma doença que ela sente as alucinações que tem. Por exemplo, se ela tiver uma alucinação de que sua mão está pegando fogo, ela vai sentir as dores disso como se fosse real. É algo terrível que acontece com uma personagem tão meiga.

E para finalizar os personagens que eu gostaria de destacar temos Bart Curlish (Fiona Dourif), que tem certa ligação com Dirk (afinal, tudo está conectado). Mas, ao contrário dele, ela não é uma detetive e sim uma assassina holística. E como isso a torna cativante! Você vê uma pessoa inocente, que ainda sabe tão pouco da vida matando aos montes como se não fosse nada.

A série tem uma história envolvente que pode mudar a qualquer momento e tomar rumos inesperados, assim como personagens carismáticos e vilões bem excêntricos. Tudo isso movido com um humor bem inteligente. Dirk Gently é uma série que merece muito sua atenção. Então, vamos lá, assistam Dirk Gently e depois voltem aqui para nos contar suas opiniões.

 E aí? Curtiu? Então ajude o nosso site! Seja nosso padrinho/madrinha
Afinal, nem todo herói precisa de superpoderes, basta ter um coração generoso...



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.