Primeiras Impressões | The Gifted


The Gifted começa bem com acertos e erros.

Quanto à história, o governo americano aprovou a criação da agência federal sentinela e criou leis severas para prender e monitorar os mutantes. Estes, por sua vez, criaram uma resistência, pois os X-men desapareceram. A história acompanha Reed Strucker e sua família. Reed costumava processar mutantes. No entanto, quando seus filhos se revelam mutantes, eles são forçados a fugir.

Os efeitos especiais ficaram muito bem feitos e, em geral, as atuações dos atores foram boas, com exceção do Andy, pois o personagem ficou forçado e com umas reações muito artificiais. Já Blink foi uma personagem interessante e mais natural.

O principal erro que afetou este primeiro episódio foi provavelmente o roteiro corrido. O contato de Reed com Marcos aconteceu de uma maneira muito estranha. Reed simplesmente consegue rapidamente o telefone de um mutante fugitivo. Se fosse tão fácil assim, o serviço sentinela já teria capturado a resistência há muito tempo.

Quando o primeiro trailer saiu, eu pensei que The Gifted seria algo parecido com Heroes, mas não é o caso. Talvez Heroes Reborn, mas este não terminei, então não sei dizer. Diferente de The Gifted, em Heroes, as pessoas com poderes vivem e são monitoradas em segredo.

A série parece ser promissora, mas, pelo caráter do primeiro episódio, eu duvido muito que a série se aprofunde em discussões sociais e é praticamente impossível a série se tornar tão marcante e genial como Legion, mas ainda assim talvez valha a pena acompanhar até o final.

The Gifted é produzida e exibida nos EUA pela FOX e aqui no Brasil os episódios serão exibidos também pela FOX no dia seguinte à exibição americana.

Ah, quase me esqueci de citar a mais que óbvia aparição de um ser onipresente e criador de um vasto universo: Stan Lee (rs).


 E aí? Curtiu? Então ajude o nosso site! Seja nosso padrinho/madrinha
Afinal, nem todo herói precisa de superpoderes, basta ter um coração generoso...



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.