The Flash | The Flash Reborn


Depois de uma terceira temporada que deixou muito a desejar, The Flash está prometendo mais bom humor, algo que ficou bem de fora nos últimos tempos. Porém, erros que pareciam ter sido superados também voltaram à série, como a personalidade da Iris. Na primeira temporada, era a personagem mais odiada pelos fãs e, com o decorrer da série, ficou parecendo que os roteiristas entenderam isso e a personagem começou a evoluir. Ela não chegou a ser uma personagem maravilhosa, mas se tornou aceitável. Mas alguma mente brilhante decidiu fazer com que em apenas um episódio tudo que havia sido construído nos anos anteriores fosse jogado fora e acredito que, assim como eu, muita gente ficou pensando: “se tivessem deixado o Savitar matar a Iris, não estaríamos passando por isso!”. 

Uma coisa que me incomoda nas séries de heróis da CW é que eles terminam a temporada com um problema incrível e logo no primeiro episódio da próxima temporada se resolve com um “6 meses depois”.

Já que o Barry havia ficado preso na Força da Aceleração, poderiam ter desenvolvido melhor isso, não precisava devolver o personagem logo no primeiro episódio. Às vezes falta coragem para eles exibirem um ou dois episódios sem o protagonista. Eu queria ver o Cisco tentando procurar alternativas para trazer o amigo de volta, Iris enfrentando a perda do grande amor, Joe vivendo sem o filho e amigo e Wally assumindo a responsabilidade de ser o novo protetor de Central City. Seria algo interessante de se acompanhar e daria uma importância maior a esses personagens e, se quisessem mostrar o Barry, poderiam ter usado algumas cenas bem rápidas de como foi ficar preso em um lugar fora do tempo e espaço. Imagina como isso acrescentaria naquela cena onde Barry está todo perturbado na delegacia, cena essa que, por sinal, foi uma das melhores atuações do Grant Gustin na série.

E, para finalizar, tivemos o retorno da Dra. Snow para a equipe e, pessoalmente, achei esse um dos pontos altos do episódio. Ela estava bem em todas as cenas que apareceu, desde o momento que apareceu como garçonete, passando pelo momento em que ela e Barry ficam trocando olhares, mostrando que com isso tem mais química do que Barry e Iris e finalizando com o plot do final mostrando que a Nevasca ainda está forte dentro dela.

The Flash Reborn foi um bom episódio que teve bem mais acerto do que erros. Porém, os erros se destacaram bastante. Apesar de tudo, estou confiante para essa temporada. E, vocês, o que acharam?


 E aí? Curtiu? Então ajude o nosso site! Seja nosso padrinho/madrinha
Afinal, nem todo herói precisa de superpoderes, basta ter um coração generoso...



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.