The Shannara Chronicles | Druid


E a segunda temporada de Shannara Chronicles enfim está de volta. Para quem leu minha crítica da primeira temporada e está ansioso para saber se a série começou tão bem quanto terminou ano passado, pode se sentar confortavelmente na cadeira e aproveitar o resto do texto. A série conseguiu manter o nível de qualidade. Vamos lá descobrir o porquê.

Este primeiro capítulo, intitulado Druid, mostra como ficaram as coisas depois dos diversos ganchos do primeiro ano. Algo que eu detesto num seriado é quando uma temporada termina num cliffhanger de explodir a cabeça e nos primeiros vinte minutos da temporada seguinte o problema é resolvido (nossa, vi um borrão vermelho passando super rápido por mim agora). Em Shannara Chronicles, não. Alfred Gough e Miles Millar fugiram da fórmula padrão da TV americana e resolveram aprofundar os problemas remanescentes do primeiro ano.

Além disso, temos uma melhora significativa na estrutura da história. Tudo o que acontece em Druid tem uma razão para acontecer. O episódio consegue entregar de forma fluida os novos elementos da história. Os produtores também resolveram alguns problemas, como a falta de protagonismo de Wil (Austin Butler) e a oscilação de inteligência dos personagens principais. Até mesmo as orelhas protuberantes de Marcus Vanco – o malégno Bandon – foram cobertas com o cabelo do ator.

Quanto ao plot, temos dois núcleos: o de Wil e o de Eretria (Ivana Baquero). As duas histórias se desenvolvem muito bem, estendendo os ganchos deixados por ambos os personagens na temporada anterior, motivo pelo qual seria impossível falar sem dar um spoilerzinho sequer. Mas digo apenas uma coisa sobre cada um: da parte do nosso meio-elfo favorito, seu plot é um dos inícios clássicos de uma partida de D&D. Quanto ao de Eretria, não espere nenhum grande plot twist. O que acontece em decorrência dele é que é interessante. 

Além disso, todos os personagens recorrentes do primeiro ano voltaram mais sérios, com um ar de gravidade na voz, consequências da guerra e dos demais acontecimentos da season finale. Isso é muito bom, tendo em vista que essa era uma grande falta da série nos primeiros episódios em 2016, a evolução dos personagens.

Com novos plots promissores e a qualidade mantida lá em cima, The Shannara Chronicles volta triunfante às nossas telinhas.


 E aí? Curtiu? Então ajude o nosso site! Seja nosso padrinho/madrinha
Afinal, nem todo herói precisa de superpoderes, basta ter um coração generoso...



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.