Crítica | Brooklyn Nine Nine


Hoje em dia temos muitas opções quando o assunto são seriados nos mais variados estilos. Muitos chegam com tudo logo na primeira temporada e com o tempo a qualidade vai caindo. E isso nos seriados de comédia é ainda mais comum, porém não é o que parece acontecer com Brooklyn Nine Nine, que já está há cinco temporadas no ar (na data de publicação desse texto, pois agora eu espero que esteja na vigésima) e sempre trazendo uma história de fundo para suas piadas.

Para quem não conhece a série, ela é sobre uma delegacia no Brooklyn, a 99, e lá acompanhamos a história do dia a dia dos seus detetives. Mas você deve estar pensando: “não é só mais uma sitcom, só que com detetives?”. E a resposta é: “não”. A série é mais do que isso, porque além de contar com boas histórias e um ótimo elenco composto por Andy Samberg, Melissa Fumero, Andre Braugher, Chelsea Peretti, Terry Crews, Joe Lo Truglio, Stephanie Beatriz, Joel McKinnon Miller e Dirk Blocker, a série se permite algumas vezes deixar o humor um pouco de lado e falar de assuntos mais sérios e que precisam ser discutidos, como sexualidade e preconceito e de uma maneira leve e natural que consegue mostrar como todo mundo é igual independente de sexualidade ou etnia. Vale destacar o episódio no qual Terry é vítima de racismo, um dos melhores da série, na minha opinião.

Mas não vamos esquecer que ela é uma série de comédia e como eles são bons nisso. Na primeira vez que vi, simplesmente ria das piadas por serem engraçadas, mas quando revi e já conhecia melhor aqueles personagens comecei a prestar mais atenção nos detalhes e elas se tornaram ainda melhores. Dois personagens ganharam mais meu carinho quando revi: Scully e Hitchcock. Normalmente você não dá atenção a eles, mas são, sem dúvidas, ótimos apoios para as piadas.

Então se você está procurando uma série para assistir durante o almoço ou depois de um dia de trabalho, Brooklyn Nine Nine é sem dúvida uma das melhores opções. Além do mais, o que seria melhor que seguir o dia a dia de uma delegacia onde temos um detetive apaixonado por duro de matar, um sargento brutamontes que é um poço de doçura e uma secretária que é mais badass que todos os policiais e bandidos juntos. Por esses e outros motivos eu lhes recomendo Brooklyn Nine Nine.

NINE NINE!!!


 E aí? Curtiu? Então ajude o nosso site! Seja nosso padrinho/madrinha
Afinal, nem todo herói precisa de superpoderes, basta ter um coração generoso...



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.